icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/07/2014
22:03

O atacante Mário Gotze, de 22 anos, é o terceiro jogador mais jovem a marcar um gol em final de Copa do Mundo. Com o tento assinalado na prorrogação da partida contra a Argentina, na tarde deste domingo, no Maracanã, ele atingiu essa marca.

Pelé foi o mais jovem a marcar um gol em uma decisão de Mundial. O Rei do futebol fez dois na final do torneio em 1958, quando o Brasil se consagrou campeão pela primeira vez. Na ocasião, a Seleção canarinho venceu a Suécia por 5 a 2. O camisa 10 brasileiro foi, com 17 anos, o vice-artilheiro da competição, com seis gols. Götze é o jogador mais jovem a marcar, desde o compatriota Wolfgang Weber, quando também tinha 22 anos. O alemão fez o gol de empate no último minuto, na Copa do Mundo de 1966, disputada na Inglaterra. A Alemanha foi derrotada pela anfitriã por 4 a 2. A partida ocorreu no estádio de Wembley.

O segundo jogador mais jovem a conseguir o feito foi o atacante argentino Carlos Peucelle, aos 21 anos. Ele fez um dos gols do revés da Argentina para o Uruguai por 4 a 2 na decisão do primeiro Mundial organizado pela FIFA, em 1930. Ao todo, ele anotou três gols na competição. Nesse mesmo jogo, Pablo Dorado, do Uruguai, fez um dos gols do triunfo da Celeste aos 22 anos e 38 dias, oito dias a mais que Götze, que tem 22 e um mês.

O gol de Götze saiu no segundo tempo da prorrogação, aos oito minutos, quando duelo caminhava para a decisão por pênaltis. Vale ressaltar que o herói alemão entrou na etapa final no lugar do Klose, o maior artilheiro da história da Copa do Mundo com 16 gols.

Nascido em Memmingen, no interior da Alemanha, no dia 3 de junho de 1992, Mário Götze iniciou a carreira nas divisões de base do Ronsberg, quando tinha apenas cinco anos de idade. A estreia do jogador como profissional aconteceu aos 17 anos de idade pelo Borussia Dortmund. Ele atuou no clube de 2009 até meados de 2013.

Após se transferir para o rival Bayern de Munique, a promessa alemã se tornou o mais caro jogador da história do Campeonato Alemão. O time bávaro pagou cerca de 37 milhões de euros - o equivalente a 97,4 milhões de reais.