icons.title signature.placeholder Felipe Mendes
23/07/2014
14:58

Desde fevereiro de 2013 sem um centro de treinamento para a ginástica artística por conta da desativação do velódromo - o CT funcionava na parte central da instalação -, os atletas brasileiros vão ganhar uma nova casa a partir de dezembro. Nesta quarta-feira, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou o fechamento do acordo com a empresa GL Events, que gerencia a HSBC Arena, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O CT será construído na área de aquecimento do ginásio que será palco da modalidade nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

- Dia 30 de setembro começaremos a obra. A Daniela Polzin, nossa ex-judoca que se formou em arquitetura, já tem a planta. A previsão é entregarmos o CT em dezembro - disse o diretor executivo de esportes do COB, Marcus Vinícius Freire, frisando que o acordo envolveu também a prefeitura do Rio.

A princípio, o planejamento do COB era o de construir o CT em um outro terreno na Barra da Tijuca. Mas a entidade acabou optando pela HSBC Arena pelo fato de o local ser o palco da ginástica nos Jogos.

- Em maio de 2016, o local vai receber um evento classificatório da ginástica artística para a Olimpíada. Por isso escolhemos este espaço. Achamos interessante para os atletas já conhecerem o ambiente. É um lugar ótimo e com facilidade para logísitica e transporte pois já termos apartamentos alugados no entorno - explicou o gerente geral de performance esportiva do COB, Jorge Bichara.

Atualmente, a Seleção Brasileira feminina se divide entre Três Rios (RJ) e Curitiba (PR), enquanto a masculina está baseada em São Paulo. Segundo Bichara, os atletas devem permanecer mais tempo nos clubes, que receberão equipamentos novos. O CT na arena servirá para campings.

Com relação às obras do Parque Olímpico, onde a HSBC Arena está localizada, Bichara informou que o COB conversou com a prefeitura e com o consórcio responsável pelo empreendimento a fim de evitar transtornos para os ginastas. Eventuais mudanças nos acessos ao ginásio serão sempre informadas aos atletas. A principio, a obra não impedirá os atletas de treinarem no local.