icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
18/12/2013
10:15

Após uma vitória com um gol no segundo final do duelo contra a Coreia do Sul, nas oitavas de final, a Sérvia busca nesta quarta-feira a vaga na semifinal do Mundial Feminino de Handebol. E o país-sede do torneio "apela" de todas as formas para conseguir passar da Noruega, atual campeã do torneio e dos Jogos Olímpicos. A ultima medida foi baixar o preço dos ingressos para o duelo.

O torcedor que quiser ir à Arena Belgrado para prestigiar o duelo desta quarta-feira, às 17h15 (de Brasília), poderá comprar a sua entrada por 200 dinares sérvios, o que dá em torno de R$ 6. Para efeito comparativo, a entrada para as quartas de final na arena da capital sérvia custava cerca de 1.200 dinares sérvios (R$ 36) até antes da definição dos times.

Tamanho o favoritismo norueguês se justifica: a equipe nórdica faturou todos os títulos de grande calibre desde 2011. E, mesmo com uma equipe renovada, venceu seis dos seis jogos que disputou neste Mundial da Sérvia. A organização do torneio espera que cerca de 15 mil pessoas compareçam à Arena Belgrado para empurrar o time sérvio.

- A Noruega é um grande time, mas nós acreditamos em milagres - disse a estrela sérvia e capitã do time Andrea Lekic, ao Handballplanet.com, antes da partida.

Para a partida do Brasil, que abre a programação desta quarta-feira, a torcida húngara deve ser maioria. Três setores de arquibancada foram reservados para os rivais europeus, que já haviam marcado grande presença na arena de Novi Sad, onde disputaram os jogos de primeira fase e das oitavas de final do Mundial. Brasil e Hungria se enfrentam às 14h30 de Brasília.