icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/12/2013
21:23

O técnico Gilson Kleina admitiu o interesse no zagueiro Anderson, do Fluminense. Márcio Melo, empresário do jogador, disse em entrevista para a Rádio Guaíba que conversou por telefone com o comandante alviverde. Ele, por sua vez, em meio aos "bastidores aquecidos" no mercado, confirmou a análise do jogador tricolor, mas não o colocou como principal opção para a zaga.

- Agora é um momento de muita especulação, ele é um nome que está na relação, mas não número um, dois ou três. Ele jogava, mas aí o Leandro Eusébio tomou a posição, só que ele tem qualidade, é um jogador de 31 anos, que fez parte do elenco campeão brasileiro e também está nesta campanha. É um nome que gera especulação, mas não é um nome que estamos canalizando - explicou, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Além do defensor, o Palmeiras teve oferecido Elano, do Grêmio, e Lúcio, do São Paulo - de 32 e 35 anos, respectivamente. Os altos salários dos dois, porém, atrapalham, pois o Palmeiras tem a intenção de acertar contratos baseados por produtividade, com bonificações por metas atingidas e vencimentos, portanto, não tão elevados. Inicialmente, o clube busca um lateral-direito, outro esquerdo, um meia e um centroavante.

- Cada clube tem uma filosofia, uma análise, coloco todos os jogadores nas posições e faço um mapeamento, onde vemos claramente as deficiências. Procuramos sempre jogadores do mesmo patamar para cima, que já estejam em um grande clube. São as contratações pontuais que nós queremos. Não dá para cravar nada, os bastidores estão aquecidos, o futebol inflacionou e não dá para fazer loucura. Isto não quer dizer que não terá grande nomes, tudo pode acontecer. O grande atrativo é o centenário e queremos um jogador que vista esta camisa de verdade - completou o treinador.