icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/04/2014
20:09

O Internacional já tomou o caminho de Caxias do Sul. Neste domingo, a partir das 16h, irá administrar a vantagem do primeiro jogo e tentar se sagrar tetracampeão do Campeonato Gaúcho, em clássico Gre-Nal a ser disputado no Centenário. O lateral-direito Gilberto vê na partida uma possibilidade pessoal de aumentar a moral e se firmar no clube, aos 21 anos.

O jogador, contratado nesta temporada, começou sob desconfiança. Indicação de Abel, não é um jogador já rodado. Quando da sua chegada, foi cogitada até mesmo a contratação de um jogador mais experiente para a função. No momento, está na frente de Cláudio Winck, reserva imediato.

- O título vai ser o primeiro passo nesta caminhada aqui no Internacional. Se eu conseguir ser campeão vai ser muito importante. Essa fase da lateral direita já passou, a imprensa e a torcida não falam mais disto. Consegui passar por cima disto. Mas tenho que seguir trabalhando - comentou Gilberto.

Com a vantagem por 2 a 1 do primeiro clássico, o lateral-direito vê a necessidade de o Inter jogar com inteligência. Não se jogar ao ataque. Mas também não permanecer no campo defensivo por muito tempo - embora uma espécie de retranca não esteja descartado.

- É uma vantagem. Mesmo perigosa, não deixa de ser uma vantagem. Precisamos jogar. Não podemos ficar recuados. Mas, quando tiver que usar deste artifício, usaremos. Vamos jogar com inteligência. Não sairemos como loucos porque temos a vantagem. Temos que saber sair na hora certa - completou o camisa 2 colorado.