icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2014
20:42

O zagueiro Gil não economizou nas críticas à arbitragem após a derrota do Corinthians por 5 a 2 diante do Fluminense, no fim de tarde deste domingo, no Maracanã. O defensor do Timão ironizou o juiz Wilton Pereira Sampaio, lhe oferencendo um "troféu" pelos supostos erros cometidos contra a equipe paulista.

– Acho que ele é ruim e tendencioso. Não pode o Malcom ser derrubado na área e não acontecer nada e do outro lado ele dar os pênaltis. Tem de dar o troféu para ele, está de parabéns pela m... que fez aqui hoje – disparou o camisa 4 do Corinthians, em entrevista ao Globoesporte.com.

Gil sentiu-se particularmente prejudicado pela atuação de Sampaio. O zagueiro foi penalizado com cartão amarelo por falta ainda nos minutos iniciais do jogo, além de ser considerado autor de um pênalti após derrubar Conca na grande área. Segundo o camisa 4, ambas as marcações da arbitragem foram equivocadas.

– Eu nem toquei no Conca, ele se jogou. Falei com o juiz e ele não me ouviu. No lance do cartão amarelo, eu também não toquei no Wagner. Falei que ele estava mal intencionado. Ficou ameaçando a gente dentro do campo. Ele me ameaçou e falou que iria me expulsar – relatou o beque, denunciando supostas ameaças feitas pelo árbitro.

Como estava pendurado com dois cartões amarelos, Gil está suspenso e, consequentemente, não disputa o jogo do próximo domingo, contra o Criciúma, na Arena Corinthians, pela última rodada do Brasileirão. O zagueiro somente retorna aos gramados, assim, em 2015.