icons.title signature.placeholder Diogo Sautchuk
06/07/2014
08:00

Enfim a boa fase parece ter voltado. Depois de ficar apenas uma opção no banco de reservas do Santos na primeira parte do Campeonato Brasileiro, Geuvânio parece ter reencontrado o futebol “perdido” na campanha do vice-campeonato do Paulistão.

Durante jogo-treino contra o AD Guarujá, na manhã do último sábado, o meio-campista finalmente ganhou um espaço entre os 11 titulares do Peixe. Após ter reconhecido estar vivendo má fase, o camisa 10 do Santos foi um dos que aproveitou a paralisação e está focado em seus objetivos para o restante do ano.

– Procuro fazer o que ele (Oswaldo de Oliveira) pede para mim. Estou treinando forte. Durante os treinos, sempre estou dando o meu máximo para quando chegar no jogo corresponder à altura – disse o jogador santista ao LANCENet!.

A primeira apresentação, que fez com que Oswaldo voltasse a utilizar Geuvânio desde o início na equipe, foi no amistoso contra o Red Bull, quando o meia, saindo do banco de reservas, entrou em campo e mudou completamente a partida, marcando um gol e dando uma assistência.


O camisa 10, que não atua como titular no Nacional desde a terceira rodada, contra o Grêmio, e tem apenas um gol em oito jogos disputados, inicia uma boa "dor de cabeça" para o técnico do time da Vila Belmiro.

Isso se deve pelo bom desempenho que Jorge Eduardo e Diego Cardoso, que vinham tendo oportunidades e as aproveitando, estavam apresentando durante os treinos. Rildo, após voltar de lesão no tornozelo direito e ficar uma semana fora por incômodos na virilha esquerda, é outro nome que agrada.

Por outro lado, os "titulares", Thiago Ribeiro e Leandro Damião, que estão em recuperação, mas voltando ao campo, geram uma pergunta: será que terão espaço no time?