icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/03/2014
17:49

As duas novas joias do Santos têm mostrado um bom entrosamento, tanto com a bola no pé quanto na amizade fora de campo. Gabriel e Geuvânio somam cinco gols cada um no Paulistão e movimentam o ataque santista. Na goleada sobre o Bragantino por 5 a 0 na Vila Belmiro, na última quinta-feira, Gabriel voltou ao time no lugar de Alan Santos, e o resultado foi de um gol marcado, e mais dois tentos para seu colega, atuação que mereceu elogio.

- O Cícero é mais cadenciado, o Gabriel é mais agressivo, vai pra cima, se movimenta bastante e abre espaço ali. A entrada do Gabriel ajudou bastante sim, não vou mentir, o Gabriel tá entrando bem nos jogos e foi uma peça fundamental na equipe - declarou Geuvânio.

Além de gols, as boas apresentações de Geuvânio tem rendido para ele algumas comparações. O bom início do jogador fez com que ele tivesse que responder se pretendia seguir os passos de Neymar, mas o atacante preferiu deixar a responsabilidade de lado.

- Não gosto muito de comparação não. O Neymar é o Neymar, Geuvânio é Geuvânio. Estou só no começo da carreira, tem muita coisa pra acontecer e espero continuar trabalhando forte - respondeu em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

Recentemente, o "Caveirinha", como é chamado por seus colegas, teve seu contrato renovado com o Santos até o fim de 2017, além de um reajuste salarial.