icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/04/2014
12:30

Após a perda do título do Campeonato Paulista para o Ituano e a blindagem do técnico Oswaldo de Oliveira sobre os garotos mais novos, Geuvânio voltou a dar entrevistas coletivas no CT Rei Pele na manhã desta quarta-feira. O atacante admitiu a sua queda de rendimento na reta final do Paulista.

- Nos últimos jogos meu rendimento caiu, mas nada que seja exagerado. Tem baixos também, mas tenho que treinar e fazer o meu melhor. Se eu estou jogando mal não é porque eu quero. Treino forte para estar lá em cima - disse o camisa 10 do Peixe.

Após a semifinal do Estadual contra o Penapolense, na Vila Belmiro, em que o Alvinegro venceu de virada por 3 a 2, o jogador deixou o gramado chorando. Ele chegou a ser questionado sobre ter sentido a pressão de uma decisão. Em sua entrevista, Geuvânio revelou que o choro foi de emoção, por causa da presença de sua família no estádio.

- Saí chorando por causa da minha família, que estava lá. Acabei chorando por causa da minha família. Entenderam errado o meu choro. Me emocionei um pouco e acabei mostrando - completou.

Em 13 jogos que fez nesta temporada, Geuvânio deu 13 assistências e fez sete gols.