icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
09/07/2014
08:05

Klose, Schweinsteiger, Lahm, Mertesacker e Podolski fizeram parte da Alemanha que caiu na semifinal como anfitriã para a Itália em 2006. Em 2010, na África do Sul, ganharam respeito, caras jovens e esperança com Neuer, Boateng, Khedira, Kroos, Özil e Müller. Pararam na Espanha, novamente na semifinal. Outros, como Hummels, chegaram e, dois anos depois, a Alemanha caiu novamente na semifinal, na Eurocopa de 2012, para a Itália. Com a goleada sobre a Seleção Brasileira, pela primeira vez, essa geração quebrou a barreira desta fase numa Copa. De um jeito impressionante e incontestável.

À Alemanha, falta um grande título desde a Eurocopa de 1996, quando Oliver Bierhoff, hoje coordenador da atual seleção, foi o herói na vitória sobre a República Tcheca. A última Copa foi a de 1990, com o lendário capitão Lothar Matthäus. Mesmo que essa seleção de Müller, Klose & Cia já tenha entrado para a história com a goleada por 7 a 1 sobre o Brasil na semifinal, é preciso confirmar com o título. Argentina ou Holanda não podem tirar isso deste grupo agora.

A base é formada por Bayern de Munique e Borussia Dortmund, que encantam nos últimos anos na Europa. E vale lembrar que Reus, apontado para ser o cara da seleção nesta Copa, lesionou-se a dois dias da viagem para o Brasil. Um grande baque, como para a Seleção foi Neymar. Mas esse grupo é muito, muito bom.


Klose fez seu 16º gol em Copas do Mundo (Foto: Pedro Ugarte/AFP)

Nesta terça-feira, Joachim Löw apostou na mesma formação que havia vencido a França por 1 a 0 no Maracanã, nas quartas de final. Lahm na lateral direita, sua posição de origem, ao contrário dos primeiros jogos, quando jogou de volante como no Bayern de Guardiola. E o homem na frente: Klose, que começou a Copa no banco por estar aquém das condições físicas ideais, não ficou fora nas decisões. Khedira foi impecável, com função mais avançada, chegando bem na frente. Ele, Schweinsteiger, Kroos e Özil mandaram no meio, como todos já esperavam, sabiam...

Em campo diante do Brasil, estiveram quatro jogadores que já vêm desde 2006 - Klose também estava em 2002. Outros seis estavam em 2010. A geração da Alemanha fez seu melhor jogo nos 7 a 1 desta Copa. O título não pode escapar agora.

CAMPANHA NA COPA DE 2006

Alemanha 4x2 Costa Rica - Primeira fase
Alemanha 1x0 Polônia - Primeira fase
Alemanha 3x0 Equador - Primeira fase
Alemanha 2x0 Suécia - Oitavas de final
Alemanha 1(4)x1(2) Argentina - Quartas de final
Alemanha 0x2 Itália - Semifinal (prorrogação)
Alemanha 3x1 Portugal - Disputa do terceiro lugar

CAMPANHA NA COPA DE 2010

Alemanha 4x0 Austrália - Primeira fase
Alemanha 0x1 Sérvia - Primeira fase
Alemanha 1x0 Gana - Primeira fase
Alemanha 4x1 Inglaterra - Oitavas de final
Alemanha 4x0 Argentina - Quartas de final
Alemanha 0x1 Espanha - Semifinal
Alemanha 3x2 Uruguai - Disputa do terceiro lugar

CAMPANHA NA COPA DE 2014***

Alemanha 4x0 Portugal - Primeira fase
Alemanha 2x2 Gana - Primeira fase
Alemanha 1x0 Estados Unidos - Primeira fase
Alemanha 2x1 Argélia - Oitavas de final (prorrogação)
Alemanha 1x0 França - Quartas de final
Alemanha 7x1 Brasil - Semifinal
Alemanha x Argentina ou Holanda - Final

*DO ATUAL GRUPO EM 2006: Klose, Schweinsteiger, Lahm, Mertesacker e Podolski

**DO ATUAL GRUPO EM 2010: Klose, Schweinsteiger, Lahm, Mertesacker, Podolski, Neuer, Boateng, Khedira, Kroos, Özil e Müller