icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/07/2013
08:03

A saída de Fellype Gabriel e a provável de Andrezinho fizeram com que o volante Renato fosse promovido ao time titular do Botafogo. Assim, os reservas imediatos dos jogadores de meio de campo são três atletas que vieram das categorias de base: Gegê, Octávio e Jeferson.

O primeiro a subir aos profissionais foi o canhoto Jeferson, no início desse ano. Natural de Piracicaba, interior de São Paulo, o camisa 30 faturou enquanto esteve na base a Copa São Paulo de futebol júnior, em 2010, e o Campeonato Carioca de juniores, em 2011.

Além de Jeferson, Gegê também se integrou ao elenco principal no começo da temporada. Cearense, o camisa 34 alvinegro, esteve nos juniores, faturou vários títulos. Sendo o principal deles a Spax Cup, em 2012, por ter sido uma conquista internacional. Canhoto, já atuou como titular esse ano, na partida contra o Volta Redonda, válida pela última rodada da Taça Rio.

E MAIS:

> Botafogo também faz homenagem pelo 1º ano de Seedorf no clube
> Oswaldo quer reposição para Fellype Gabriel e Andrezinho no Botafogo
> Oswaldo aprova estádio e gramado do local do clássico entre Bota e Flu

último do trio a subir, o carioca Octávio apareceu nos treinos dos profissionais em abril. Chamado as pressas para ocupar a vaga do também jovem Cidinho, que operou o joelho direito e dificilmente voltará aos gramados em 2013, o meia, assim como Gegê, foi relacionado pela o duelo contra o Volta Redonda e entrou em campo aos 34 minutos de segundo tempo. Sua principal conquista na base foi o título da Spax Cup, em 2012.

Experiência em conquistas e habilidade os jovens têm. Basta agora terem oportunidade de mostrarem isso, algo que está cada vez mais próximo de ser realizado.

A saída de Fellype Gabriel e a provável de Andrezinho fizeram com que o volante Renato fosse promovido ao time titular do Botafogo. Assim, os reservas imediatos dos jogadores de meio de campo são três atletas que vieram das categorias de base: Gegê, Octávio e Jeferson.

O primeiro a subir aos profissionais foi o canhoto Jeferson, no início desse ano. Natural de Piracicaba, interior de São Paulo, o camisa 30 faturou enquanto esteve na base a Copa São Paulo de futebol júnior, em 2010, e o Campeonato Carioca de juniores, em 2011.

Além de Jeferson, Gegê também se integrou ao elenco principal no começo da temporada. Cearense, o camisa 34 alvinegro, esteve nos juniores, faturou vários títulos. Sendo o principal deles a Spax Cup, em 2012, por ter sido uma conquista internacional. Canhoto, já atuou como titular esse ano, na partida contra o Volta Redonda, válida pela última rodada da Taça Rio.

E MAIS:

> Botafogo também faz homenagem pelo 1º ano de Seedorf no clube
> Oswaldo quer reposição para Fellype Gabriel e Andrezinho no Botafogo
> Oswaldo aprova estádio e gramado do local do clássico entre Bota e Flu

último do trio a subir, o carioca Octávio apareceu nos treinos dos profissionais em abril. Chamado as pressas para ocupar a vaga do também jovem Cidinho, que operou o joelho direito e dificilmente voltará aos gramados em 2013, o meia, assim como Gegê, foi relacionado pela o duelo contra o Volta Redonda e entrou em campo aos 34 minutos de segundo tempo. Sua principal conquista na base foi o título da Spax Cup, em 2012.

Experiência em conquistas e habilidade os jovens têm. Basta agora terem oportunidade de mostrarem isso, algo que está cada vez mais próximo de ser realizado.