icons.title signature.placeholder Rafael Bullara
23/03/2014
14:26

Qualquer garoto que começa a jogar bola tem como sonho virar profissional e, com 14 anos, Vitor de Oliveira Lima preferiu adiar por alguns dias a sua tentativa. Tudo pela possibilidade de ser gandula na Copa do Mundo. A passagem para Florianópolis estava marcada para o dia 17 de março, porém o garoto atrasou a ida ao Figueirense e assim não perdeu o treinamento organizado pela Coca-Cola que aconteceu neste final de semana em 11 cidades-sede mais Santa Maria (RS).

- Fiquei na expectativa de poder fazer parte e por isso resolvi ir para o Figueirense no dia 5 de maio. Vai ser muito gratificante se eu conseguir - disse Vitor após o treinamento prático em São Paulo, realizado CEPEUSP.

Neste domingo 28 meninos e 23 meninas com idades entre 14 e 16 anos participaram da atividade. Eles passaram por testes teóricos no sábado e foram para o campo neste domingo. Os selecionados vão trabalhar nas partidas do Mundial que serão disputadas na Arena Corinthians. São três jogos da primeira fase, oitavas de final e semifinal.

O jogo de abertura entre Brasil e Croácia no dia 12 de junho terá como gandulas as garotas do Glorioso Verdão (PR), campeãs da Copa Coca-Cola no ano passado. Cada partida do Mundial contará com 14 repositores de bola.

Depois de dois dias de treinamentos os jovens foram avaliados em quesitos como assiduidade, pontualidade, relação interpessoal, conduta ética e conduta pessoal, além das partes teórica e prática. Eles terão uma nota geral e os melhores conseguirão atuar no torneio.