icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2014
13:02

Em meio aos questionamentos recebidos pela Seleção Brasileira diante do vexame na Copa do Mundo que disputou em casa, o técnico argentino do Palmeiras, Ricardo Gareca, não vê motivos para preocupação. Segundo El Flaco, o futebol nacional não está em crise, e a possibilidade de a CBF realizar o mesmo que o Verdão, e buscar um comandante estrangeiro, foi considerada uma "loucura".

- Estrangeiro? Na Seleção (Brasileira)? É uma loucura, me parece. Porque não imagino no Brasil um técnico estrangeiro, pela história brasileira. Vocês não precisam de um estrangeiro, já têm os melhores treinadores aqui, uma história rica e grande - avisou.

Quando foi apresentado, o treinador já havia demonstrado sua admiração aos técnicos brasileiros, e citou como exemplos na função Muricy Ramalho, Tite, Cuca e Felipão, comandante da Seleção que perdeu por 7 a 1 para a Alemanha no Mundial, e entregou o cargo nesse domingo. A campanha da quarta melhor seleção da Copa não é um motivo para "caça às bruxas", segundo ele.

- Vocês estão muito preocupados, mas sem motivos. Não vejo motivo para isto, o Brasil chegou onde todos sonham chegar, que é fazer os sete jogos na Copa. O Brasil conseguiu isto. Não pôde ganhar, mas creio que a história do Brasil não está manchada. Ela é muito grande para pensar em um resultado. Não é uma crise. Simplesmente tem que tentar com gente especializada revisar algumas coisas, e nada mais - acrescentou.

Sobre o Mundial, Gareca foi apenas elogios. Disse ter sido muito boa a recepção do povo brasileiro, que fez para ele uma das melhores Copas da história. Questionado sobre a derrota da Argentina na final para a Alemanha, ele mostrou orgulho de sua equipe:

- Estou orgulhoso da seleção argentina. Fez um grande papel, estou orgulhoso do Messi. Não sei se foi o melhor da Copa, mas penso que é o melhor do mundo. Estou muito contente com a seleção argentina - encerrou.