icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/02/2015
18:05

Paulo Henrique Ganso foi um dos destaques do São Paulo na goleada por 4 a 2 sobre o Capivariano na noite da última quarta-feira, pela 2ª rodada do Campeonato Paulista. Como esteve em campo durante os 90 minutos do jogo no Pacaembu, o meia deveria realizar apenas trabalho regenerativo na tarde desta quinta-feira no CT da Barra Funda, mas preferiu treinar normalmente com os reservas do Tricolor.

Os titulares ficaram na piscina e os suplentes foram divididos em duas equipes com cinco atletas na linha e um goleiro. A espécie de mini-coletivo foi disputada no campo normalmente destinado à preparação dos goleiros no CT e Ganso participou ativamente de mais da metade da atividade. Quando o camisa 10 foi liberado, arqueiro Denis quebrou galho na linha.

- Foi opção minha. Estava me sentindo bem, apesar do jogo de ontem (quarta-feira), então decidi treinar com os reservas para melhorar ainda mais minha qualidade técnica - destacou o Maestro.

Depois, Ganso foi escalado pela assessoria de imprensa do São Paulo para conceder entrevista coletiva e comentou o momento do clube na janela de transferências. O armador deixou as portas abertas para a iminente chegada do zagueiro Dória e também de Wesley. O volante está encostado no Palmeiras desde o início do ano, mas tem acordo com o Tricolor para se apresentar após o término de fevereiro.

- São jogadores de qualidade. O Dória, se chegar, chega para ajudar, é mais uma opção para o setor defensivo. Vai deixando nosso elenco muito forte para todos os campeonatos e jogos. O Wesley é um grande jogador. Se chegar vai nos ajudar muito também. Tem muita qualidde para fazer uma função que o Maicon fez contra o Capivariano, encostando mais na frente. Vai melhorar nosso elenco, dar mais opções, algo que é importante - exaltou.