icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis
14/11/2014
07:27

A passagem do meia João Gabriel, de 23 anos, contratado em junho como promessa, acabou antes do esperado. O jogador foi dispensado após acordo entre diretoria e agentes do jogador.

De acordo com um membro da diretoria alvinegra, João não desenvolveu como esperado. O jogador chegou a ficar no banco de reservas em duas oportunidades, mas nunca estreou oficialmente pelo Alvinegro. Internamente, a timidez era vista como um entrave para o crescimento.

Agora, João Gabriel deve acertar com o Guarani para a temporada 2015. Com outras propostas do interior paulista na mesa, o jogador preferiu a oferta do clube de Campinas pelo fato de o contrato de empréstimo ser de dois anos, mais longo do que o proposto por outros clubes, que queriam tê-lo apenas por seis meses.

João tem os direitos federativos ligados ao União São João, com o qual tem contrato até o fim de 2017. Os direitos econômicos de João Gabriel são divididos entre uma empresa de Mirassol, que tem 40%, e outra ligada à Matonense, com 60%.

Carlos Roberto, um dos donos de parte de João, não entendeu ainda direito a dispensa do atleta.

– Para mim foi uma surpresa. Mancini pediu a contratação dele e nunca colocou para jogar. Ainda conviveu com salários atrasados. Por isso o agente dele chegou a um acordo para a devolução – disse Carlos, que chamou o jogador de "Ganso com fome", em entrevista ao LANCE!Net na época da chegada do apoiador ao Glorioso.