icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/06/2014
13:37

Will Galvão disputará a final do GP meio-médio do XFCI, neste sábado, contra Pedro Júnior, em São Paulo. Em busca de sua quinta vitória consecutiva na carreira, o brasileiro comentou sua preparação para o combate e ressaltou os treinos na Nova União para garantir que está pronto para a luta.

- O segredo para ficar bem em tudo é a Nova União. Aqui, ou você aprende ou você apanha (risos). De tanto tomar salseiro você aprende muito e luta com os melhores do mundo. São caras que via lutando e admirava o estilo. Vou pegando o jogo de cada um. Minha vida agora é aqui e a Nova União é essencial para minha evolução - relatou o lutador.

Apesar de ter ingressado no mundo da luta no Tae Kwon Do, Galvão hoje é faixa preta de jiu-jitsu e kickboxing. O brasileiro, que estreou no MMA em 2010, ainda revelou como foi a transição do kickboxing para o mundo das artes marciais mistas.

- Comecei no Tae Kwon Do, mas sou faixa amarela apenas. Foi no kickboxing que me projetou para o cenário da luta. Sou faixa preta e através dele tive a oportunidade de estrear no MMA em 2010. O que mais tive dificuldade foi fazer o camp na Nova União e agregar meu kickboxing ao MMA, mas foi só questão de ajustar mesmo - completou o atleta.

Will Galvão e parte de sua equipe (FOTO: Arquivo Pessoal)

Primeiramente, Galvão enfrentaria Kevin Medinilla no evento deste sábado, mas o argentino se machucou e acabou sendo substituído por Pedro Júnior. Os brasileiros se enfrentam na final do GP meio-médio na edição de número quatro do XFCI, que acontece em São Paulo.