icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/12/2013
09:58

No domingo, o Havaí foi o palco perfeito para abrir o Billabong Pipe Masters. Foi ali que Gabriel Medina fez o recorde de 18,67 pontos, somando a nota 9,67 de um tubo que surfou, com a 9 de outra série constante para sacramentar a vitória sobre o havaiano Bruce Irons. Miguel Pupo também se classificou para enfrentar os principais cabeças de chave na terceira fase. Ele venceu o duelo brasileiro com Alejo Muniz e já ganhou do norte-americano Brett Simpson a última vaga nos top-22 que são mantidos no WCT para o ano que vem.

- Acho que tive um pouco de sorte. Eu consegui três tubos realmente muito bons e ainda fiz aquele aéreo no final, então foi uma boa bateria e fico feliz por isso. Eu fiquei vendo os caras sempre conseguindo grandes ondas no Backdoor, mas acabei encontrando essas esquerdas em Pipeline muito boas para vencer. Foi legal competir contra o Bruce (Irons), que eu sempre assisti surfar e para mim foi como um sonho se tornando realidade - disse Medina.

Título Mundial

A batalha final pelo título mundial da temporada 2013 também começa na terceira rodada do Billabong Pipe Masters, pois a qualquer tropeço de Kelly Slater será confirmado o tricampeonato do australiano Mick Fanning. Slater precisa vencer em Pipeline, enquanto Fanning garante o primeiro lugar no ranking se passar das quartas de final.

O líder Mick Fanning estreia contra o havaiano Kaimana Jaquias logo depois do confronto de Gabriel Medina com John Florence, com os quatro se encontrando no mar no sistema de duas baterias disputadas simultaneamente do Pipe Masters. Já Kelly Slater faz o nono duelo da segunda-feira com o australiano Mitch Crews, uma das novidades no WCT 2014, com os dois dividindo o line-up com Adriano de Souza e Sebastian Zietz da bateria anterior.