icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo
27/11/2014
18:16

Parece velório, mas na verdade se trata do fúnebre jogo entre Portuguesa e Vila Nova, pela última rodada da Série B do Brasileirão. Paulistas e goiânos, donos de números horrendos no certame, entram em campo no Canindé, na noite desta sexta-feira, às 19h30, para se despedir da atual temporada. Ambas as equipes já estão rebaixadas à Série C do ano que vem.

Afundados nas duas últimas posições da Série B (ver mais abaixo), Portuguesa e Vila Nova justificam suas colocações, afinal, são os times que possuem os piores números do torneio: somam mais derrotas e gols sofridos, e menos vitórias e gols marcados, do que qualquer um dos outros 18 times. 

Comecemos pela Lusa. O time do Canindé, comandado nesta reta final pelo técnico Zé Augusto, venceu apenas quatro partidas em 37 rodadas (Vila Nova é o segundo pior no quesito, com nove triunfos). O Rubro-Verde também tem o pior ataque da competição: 27 gols (média de 0,7 tento por jogo).

Agora vamos ao Tigre de Goiás. O Vila Nova do treinador Wladimir Araújo é a equipe que mais perdeu na Série B, com incríveis 26 derrotas em 37 jogos (Portuguesa, segunda pior no quesito, tem 20 revéses). O Alvi-Rubro também carrega nas costas o posto de defesa mais vazada do torneio: 68 tentos sofridos (média de 1,8 gol por partida).

CUMPRINDO TABELA

Lanterna com 25 pontos, a Portuguesa teve seu descenso cravado há exato um mês, após goleada sofrida diante do Oeste, por 3 a 0, no dia 28 de outubro. O Oeste, 19º colocado com 29 pontos, por sua vez, teve a queda consumada em 14 de novembro, após derrota por 1 a 0 também para o time de Itápolis.

Desde então, os morimbundos Portuguesa e Vila Nova se arrastam na competição. A Lusa realizou quatro partidas na condição de rebaixada, somando uma vitória, um empate e dois revéses. O Alvi-Rubro, por outro lado, entrou em campo apenas duas vezes desde o rebaixamento, acumulando duas derrotas.

CANINDÉ 'VAZIO'

Pessoas ligadas à Portuguesa, proibidas de divulgar parciais de ingressos vendidos para o duelo desta sexta-feira, informaram que pouquíssimos bilhetes foram comprados. Nem mesmo a promoção feita pelo clube (arquibancadas tiveram preço reduzido de R$ 40 para R$ 20) deve atrair o torcedor para assistir ao "pior jogo" da atual edição da Série B.

Na última partida como mandante, no empate por 0 a 0 contra o ABC, em 11 de novembro, a Portuguesa vendeu 374 ingressos. Atualmente, o Canindé possui capacidade para 15.400 pessoas.

(Foto: Renato Silvestre / LANCE!PRESS)