icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
18/11/2013
14:20

Definitivamente, não é o ano do Internacional. Após duas derrotas consecutivas em jogos fora de casa, chega a informação de que os jogadores teriam brigado no vestiário do Serra Dourada, após o 2 a 1 para o Goiás, neste domingo. Um funcionário do estádio relatou que ouviu no local uma briga após a partida. O Colorado nega a informação, mas confirma que os atletas tiveram uma discussão 'acalorada'. O clube gaúcho divulgou nota oficial em seu site para negar a informação de conflito entre os jogadores.

O diretor de patrimônio do Serra Dourada, Itamir Campos, confirmou ao LANCE!Net que o relato de um dos seus funcionários, que tem como função dar e receber as chaves do vestiário visitante, foi de confusão. Não apenas um bate-boca entre jogadores exaltados após uma derrota. A pessoa relatou briga, mesmo, com agressões físicas. O motivo seria uma cobrança ao centroavante Rafael Moura, expulso no segundo tempo, o que dividiu o grupo, conforme relato de pessoas que trabalham no estádio.

Ao patrimônio do vestiário, nenhum dano. A porta foi chutada pelo He-Man, irritado por conta da expulsão na metade do segundo tempo. A marca foi limpa e a porta não apresentou problemas. Internamente, a mesma coisa. O cenário era regular de um final de partida, com algumas garrafas e restos de comida pelo chão, mas sem maiores prejuízos.

- Após o jogo, nós entramos, fizemos a vistoria do local e como não havia nenhuma avaria, nem tomamos a iniciativa de falar com o pessoal do Internacional. Houve o chute na porta do Rafael Moura, que o funcionário viu, mas limpamos e também não houve problema - disse Campos ao LANCE!Net.

A versão do Inter tem pontos divergentes ao que contam os funcionários do estádio. Por conta dos erros de arbitragem que prejudicaram a equipe, os ânimos estavam enervados dentro do vestiário. Houve uma discussão acalorada, mas nada de anormal, na visão dos dirigentes colorados.

- Houve uma discussão, uma discussão acalorada, até pelo que aconteceu na partida, quando a arbitragem nos prejudicou e deixou a gente sem pontuar quando podíamos. Mas apenas isso. O Rafael foi explicar que não tinha falado nada para o juiz para ser expulso - disse o diretor-executivo de futebol, Newton Drummond, ao LANCE!Net.

Com a derrota no Serra Dourada, o Colorado se aproximou ainda mais da zona de rebaixamento. Está apenas quatro pontos acima do Coritiba, rival do próximo domingo e primero integrante do Z4. Entre os dois, estão Bahia, Criciúma, Fluminense, Portuguesa e Flamengo.

A nota oficial colorada:

O Sport Club Internacional vem por meio de seu site oficial desmentir a notícia de alguns veículos de comunicação que dão conta de uma briga entre integrantes do Clube no vestiário do estádio Serra Dourada, após o jogo contra o Goiás, na noite de domingo.

O que houve após a partida foi uma discussão de cobrança entre jogadores, algo natural após resultados negativos, sem qualquer tipo de agressão física. Também não houve nenhum prejuízo ao patrimônio do estádio goiano.

A indignação dos jogadores é uma prova de que estão todos focados em terminar a campanha de 2013 da melhor maneira possível. Convocamos também os colorados para que compareçam ao estádio Centenário, em Caxias do Sul, no próximo domingo, para apoiar o time durante os 90 minutos na partida contra o Coritiba.