icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/03/2014
17:18

Para seguir na Superliga Masculina, o RJ Vôlei só pode pensar na vitória diante do Vivo/Minas na segunda partida das quartas de final. Depois de ser derrotado pelo adversário neste sábado, na abertura da série melhor de três, o técnico Marcelo Fronckowiak espera mais agressividade de seus jogadores no duelo de terça-feira, no Ginásio do Tijuca, com atenção especial ao bloqueio.

– No primeiro set, perdemos uma grande oportunidade de sair em vantagem no jogo. Para o próximo, precisamos estar atentos a alguns detalhes importantes, como as marcações de bloqueio. É importante sermos mais competitivos e jogar de forma mais agressiva diante do Minas, um time que conta com um grande elenco – destacou Fronckowiak.

Quem também lamentou a queda de rendimento do time carioca após o primeiro set equilibrado foi o ponteiro Rodriguinho. Ele admite que a equipe baixou a guarda depois de ser derrotada nos detalhes por 26-24.

– Iniciamos muito bem o jogo, mas acabamos baixando a guarda nos dois sets seguintes. Na terça, jogando em casa, esperamos contar com o apoio da torcida, com o ginásio lotado.

Se o Vivo/Minas repetir o resultado deste sábado, estará garantido na semifinal. Sem garantia de continuidade na próxima temporada, o RJ Vôlei pode encerrar sua participação na elite do vôlei em caso de nova derrota.