icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
07/11/2014
20:36

Surpresa e emoção. Essas foram as sensações sentidas pelo meia Fred, do Shakhtar Donetsk (UCR), convocado nesta sexta-feira pelo técnico Dunga para os amistosos do Brasil contra Turquia e Austria.

O jogador, que entrou na vaga do volante Rômulo, relatou, em entrevista ao jornal "Zero Hora", a emoção de receber a primeira oportunidade na carreira de atuar epela Seleção principal.

- Coisa boa, né? O Gilmar me ligou, falou comigo, que segunda já tenho de me apresentar. Liguei para minha mãe, compartilhei com minha família, que torcem demais por mim. Estou feliz demais - afirmou.

Fred, um dos destaques do Shakhtar na temporada ao lado de Luiz Adriano e Douglas Costa, também convocados, lembrou que Dunga já conhece seu estilo de jogo. Ambos trabalharam no Internacional durante a passagem do treinador da Seleção pelo Colorado.

- Dunga me conhece, fiz bastante coisa boa com ele como meu treinador, ser treinado por ele foi um momento importante na minha carreira. É a primeira convocação, quero participar, ajudar bem a equipe, me enturmar… Não adianta Dunga me conhecer e eu não ter as mesmas atuações do Shakhtar, dos tempos de Inter. Tenho, primeiro, de jogar - afirmou.

Recentemente, o meia foi chamado pelo técnico Alexandre Gallo para a Seleção olímpica. Mesmo sabendo da diferença de responsabilidade, Fred afirmou estar pronto para o desafio de jogar pela equipe principal do Brasil.

- Eu já amadureci, um pouco, sim. O futebol é diferente aqui, estou em uma fase boa, jogando mais seguido. O nível daqui é alto, tem toque de bola, é um futebol bonito de se jogar. Mas tem pegada, forte. Os campos são molhados. Tem a questão do frio, mas depois de jogar aí no Sul o cara acostuma. Já estava vacinado - analisou.