icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/02/2015
13:45

Os polêmicos e frequentes casos de doping que têm surgido no UFC dividem opiniões no mundo das lutas. Além do grupo que condena a atitude ilegal por parte de outros atletas, existem aqueles desinteressados em expor sua própria opinião e ainda um caso mais raro: lutadores que ignoram o doping e acham que isso não influência na performance dos lutadores. Este é o caso do ex-campeão dos leves Frank Edgar, que enfrenta Urijah Faber em superluta no dia 16 de maio, nas Filipinas.

Em entrevista ao programa The MMA Hour, o americano declarou sua posição em relação ao caso e mostrou confiança ao dizer que não se importa se seu rival está sob o uso de esteroides.

- Eu tenho um ponto de vista diferente nesse caso. Não sou o cara que vai se dopar. Sou definitivamente limpo. Mas eu digo "tomem". Você quer deixá-los? Tomem. Eu não me importo. Acho que vou batê-los de qualquer forma. É ssim que me sinto em relação a isso - declarou o atleta, completando seu raciocínio.

- O que quero dizer é que estou meio que dizendo isso no ar. Seria um esporte melhor limpo. Mas não parece estar acontecendo agora. Então se as estatísticas são verdadeiras, eu já enfrentei alguém dopado. E ainda estou aqui, estou bem. Então acho que aquelas substâncias não vão ajudar você no quarto e quinto (round) - finalizou.