icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
16/06/2014
15:37

O mercado paralelo de ingressos da Copa está sofisticado e até "importando" mão de obra. Prova disso é que a Polícia Militar prendeu quatro cambistas estrangeiros nos arredores do Maracanã pouco antes do jogo entre Argentina e Bósnia, domingo.

Os detidos foram três ingleses e um francês. Com eles, a PM também apreendeu US$ 4,3 mil, R$ 3,4 mil, além de 14 ingressos. A ocorrência foi registrada na 18ª DP, na Praça da Bandeira. A interceptação dos cambistas foi fruto de uma operação no entorno do estádio.

A Fifa aproveitou para reforçar o conselho de que se evitem os ingressos que passam pelas mãos dos cambistas porque não dá para saber se eles são verdadeiros ou não.

- É um assunto muito importante. Estamos avisando que as pessoas não podem comprar ingressos assim. As autoridades prenderam ontem algumas pessoas. Falamos para as pessoas para evitar, porque a decepção é grande quando o ingresso é falso - disse a porta-voz da entidade, Delia Fischer, acrescentando que, em média, a Fifa tem localizado 22 ingressos falsos por jogo na Copa.

Por falar em ingresso, a Fifa também recomenda mais cuidado com os ingressos. Alguns estão sendo roubados e indo parar nas mãos dos cambistas.

- Infelizmente estamos com muitos ingressos roubados ou perdidos. pedimos que o torcedor tome cautela, como se fosse uma carteira ou passaporte. Não podemos substituir ou imprimir outro ingresso. Isso está dentro da politica de ingresso. Colocar só no bolso é muito fácil passar ali e arrancar. Tratem como se fosse um bem valioso - completou Delia.