icons.title signature.placeholder Igor Ramos
23/06/2014
20:34

Um grande duelo intercontinental entre gigantes dessa Copa pode acontecer logo nas oitavas de final. Argentina e França podem se cruzar na próxima fase, dependendo do que acontecer na rodada desta quarta-feira, nos jogos entre França x Equador e Argentina e Nigéria. A França dificilmente deixará escapar o primeiro lugar do grupo E. Depende só de um empate. Só será segunda da chave se perder por seis gols de diferença.
 
Mas se a Argentina perder para a Nigéria, os hermanos ficariam em segundo lugar do grupo F e isso resultaria em um dos confrontos mais eletrizantes da segunda fase da Copa, entre campeões mundiais.

Os jogadores da França dizem que ainda não pensam no time de Messi, pois antes precisam passar pelo Equador (nesta quarta-feira, às 17h, no Maracanã). Mas reconhecem que seria melhor não se deparar com um favorito ao título logo de cara.

- Conversamos sobre isso um pouco depois do segundo jogo, mas agora não. A Argentina é favorita no seu grupo. É uma equipe que está no topo mundial. A gente não sabe muito bem o que pode acontecer, pois está tendo muita surpresa nesse Mundial - disse o lateral Mathieu Debuchy.

O meia Valbuena diz que os Bleus não pensam em escolher adversário, mas ficaria feliz se não precisar se deparar com os sul-americanos.

- Escolher não. Vamos ver o que vai acontecer nesse jogo (Equador) e tentar acabar em primeiro no grupo. Depois  veremos o que nos espera nas oitavas. Agora, se puder evitar a Argentina será melhor, evidentemente - disse o habilidoso meia dos Bleus.

Caso se repita, esse será o segundo jogo entre França e Argentina. As duas seleções se enfrentaram apenas uma vez em Mundiais. Foi em 1978, com vitória dos anfitriões por 2 a 1, gols  de Passarela e Luque (Argentina) e Platini (França).

Antes de encarar as oitavas os Bleus terão o Equador pela frente, e o técnico Didier Deschamps vai fazer mudanças na equipe em relação a que goleou a Suíça. O volante Cabaye, suspenso com dois amarelos, está fora. Sahko e Varane podem ser poupados. O primeiro teve problema muscular na coxa esquerda e será avaliado nesta terça-feira. Já Raphael Varane, voltou aos treinamentos nesta tarde após um gastroenterite.
O time viaja para o Rio de Janeiro na manhã desta terça e às 17 horas treina no Maracanã.