icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
13:48

Caso a seleção francesa não se classifique para a Copa do Mundo do ano que vem, no Brasil, pode haver uma mudança no comando dos Bleus. De acordo com o jornal local "Libération", se Didier Deschamps fracassar na repescagem contra a Ucrânia, o eterno ídolo Zinedine Zidane será o novo treinador da equipe, já logo depois da disputa.

De acordo com outros meios de comunicação da França, existe uma conspiração interna para derrubar Deschamps. Tudo teria começado com uma polêmica entrevista do lateral-esquerdo Evra, do Manchester United. Ele falou mal de antigas figuras importantes da seleção, como o ex-técnico Luis Fernández, o ex-lateral Lizarazu e outros.

Depois disso, o jogador se reuniu com Deschamps e o presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Nöel Le Graët para pedir explicações. Desde então, a relação entre jogadores e time não está das melhores.

Zidane atualmente está na comissão técnica do Real Madrid, no papel de auxiliar de Carlo Ancelotti. Ele já admitiu algumas vezes que sonha em comandar os Bleus.