icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/03/2014
17:28


O treinador Didier Deschamps comentou sobre o momento atual de dois dos astros da seleção francesa. O atacante Karim Benzema e o zagueiro Eric Abidal. Enquanto o goleador do Real Madrid está em alta, o zagueiro do Monaco vê a sua chance de jogar a Copa do Mundo diminuir muito.
Sobre Benzema, autor de dois gols no clássico em que o Real Madrid perdeu por 4 a 3 para o Barcelona, Deschamps diz que o jogador recuperou seu grande futebol. após passar por momentos delicados, quando estava mal fisicamente e fazendo poucos gols. O treinador ratificou que sempre acreditou no potencial do atacante, mesmo quando o tirou do time titular, na repescagem para o Mundial, contra a Ucrânia.  Por fim, disse que com a volta dos gols e da boa forma, Benzema ajudará não só o Real Madrid na reta final da temporada, como, também, a seleção francesa na Copa.
– Karim está em grande forma e isso é ótimo para o que nos espera em junho. Vamos ao Brasil para ir tão longe quanto possível e ele nos ajudará muito – disse ao L'Équipe.

Sobre Eric Abidal, que retornou ao futebol após se recuperar de um implante de fígado, mas que não foi convocado para o amistoso com a Holanda (vitória francesa por 2 a 0)  o treinador dá dois motivos que pesam contra o jogador: a má forma física e a idade avançada (fará 35 anos em setembro).


- O problema é que Abidal não vem jogando, parou um mês. Seu substituto, Sakho, também não vem jogando muito, pois é reserva do Liverpool. Se eu tiver de escolher entre um jogador mais velho e um jogador  mais jovem (Sakho tem 24 anos)  seria a favor do jovem,  pois preciso manter um time competitivo até a Euro 2016, que será no nosso país - disse Deschamps.

A França integra o Grupo E da Copa do Mundo. Estreia no dia 15/6 diante de Honduras, no Beira-Rio. Depois enfrenta a Suíça (dia 20, na Arena Fonte Nova) e encerra a participação na primeira fase contra o Equador, no Maracanã (dia 25).