icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Rodrigo Cerqueira
03/07/2014
15:05

Na Copa do Mundo que está sendo marcada pelo alto nível dos goleiros, apesar da boa média de gols, o confronto entre Alemanha e França, pelas quartas de final, nesta sexta-feira, no Maracanã, terá um duelo particular de dois dos principais jogadores da posição no futebol mundial: Hugo Lloris contra Manuel Neuer.

O francês tem sido um dos líderes de uma renovada seleção, que por pouco não ficou em casa. Já o alemão garante segurança na retaguarda da equipe, ajudando até no desarme dos atacante, como foi no duelo contra a Argélia.

Lloris, que concedeu coletiva nesta quinta-feira, após o treino dos Bleus no estádio do jogo decisivo, credita o maior destaque dos goleiros ao estilo de jogo aberto que as seleções têm implementado neste Mundial.

- Vimos muitas partidas abertas, então os goleiros deram uma contribuição, até demais. Isso é que faz o espetáculo. Isso valoriza a posição de goleiro - disse o capitão, garantindo que não haverá medo por parte dos franceses por enfrentar os alemães:

- Estamos diante de uma partida onde tudo é possível. Não há medo. Claro que há sempre a possibilidade de ser a última partida, mas é um grande prazer enfrentar a Alemanha.

E MAIS
> Técnico alemão não descarta chance de usar Lahm como lateral contra França
> Deschamps diz que vaga na Copa mudou o rumo da França

Lloris ainda valorizou a faceta de "líbero" do adversário desta sexta, referindo-se ao jogo contra os argelinos.

- Quando o ataque é muito profundo, o goleiro precisa ter esse papel de líbero e certamente ele é o mais completo do mundo, ele fez isso de maneira incrível contra a Argélia - afirmou o francês.


  Neuer é titular da Alemanha e um dos melhores do mundo na posição (Foto: Gabriel Bouys/ AFP)