icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
13/07/2013
20:29

O jogo foi disputado e as falhas do Fluminense acompanhadas pela eficiência do Internacional fizeram a diferença. O Colorado bateu o Tricolor na noite deste sábado por 3 a 2 no Moacyrzão, em Macaé, e chegou aos 12 pontos no Campeonato Brasileiro, assumindo a vice-liderança. Por sua vez, o time de Abel Braga perdeu a quarta na competição e agora precisa buscar a recuperação.

O Tricolor volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Vasco, às 18h30, no Maracanã. Já os comandados de Dunga recebem o Flamengo às 16h, no estádio Centenário.

Inter supera o Flu em Macaé (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press) 

Forlán e D'Alessandro brilham. Defesa do Flu apagada

O jogo começou bom em Macaé. Enquanto o Fluminense tomava a iniciativa, o Internacional buscava se fechar a partir da linha do meio de campo e explorava os contragolpes. Logo no início, após boa jogada, Rafael Sobis recebeu na entrada da área e arriscou, quase abrindo o placar.

A proposta clara do Internacional dava a falsa impressão de superioridade do Fluminense. O time de Abel Braga chegava bem ao ataque, mas por jogar com a linha defensiva alta, deixava muito espaço entre o último homem da defesa e o goleiro Diego Cavalieri.


Fluminense errou muito durante a partida e acabou derrotado (Foto:Cleber Mendes/LANCE!Press)

Fiel ao planejamento, o Colorado abriu o placar aos 20 minutos. O Inter recuperou a bola e em dois passes, D'Alessando encontrou Forlán, que desferiu belo lançamento para o meia. O argentino pegou de primeira, cruzado, já dentro da área e não deu chances a Cavalieri.

O gol não modificou o panorama da partida, que seguia disputada em bom nível. Aos 33, Digão, o último homem da defesa tricolor, errou e deixou a bola na boa para Diego Forlán. O centroavante invadiu a área e ampliou.

Se parecia que o Inter estava próximo de encaminhar a vitória, a sugestão foi alterada logo no minuto seguinte. Sobis cobrou falta pela esquerda e Carlinhos guardou de cabeça. O Flu quase empatou poucos segundos depois. Wágner recebeu livre e bateu por cima.

Entretanto, aos 41, um lance raro. Forlán cobrou escanteio direto para o gol e Cavalieri socou o nada. Gol olímpico do uruguaio. Fim do primeiro tempo no Moacyrzão.


Forlán marcou gol olímpico, seu segundo tento na partida (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Flu pressiona, mas Colorado sai com a vitória

O Fluminense voltou ao campo com uma postura diferente. Correndo bastante, o time estava disposto a empurrar o Internacional para seu campo defensivo. Depois de algumas oportunidades perdidas, o Tricolor conseguiu um escanteio aos 7. Após o levantamento, Digão desviou e Fred, oportunista, estava lá para complementar. 3 a 2. O Flu era outra equipe.


Fred marcou o segundo gol do Fluminense na partida (Foto:Cleber Mendes/LANCE!Press)

Ligado no jogo, disputando cada dividida, o Flu criava oportunidades em sequência. Rafael Sobis e Rhayner arriscaram de fora da área e obrigaram Muriel a trabalhar. Aos 16 minutos, o camisa 23 recebeu livre e na frente do goleiro, chutou por cima. Diferente do primeiro tempo, o Inter não conseguia bloquear as ofensivas do adversário.

O Tricolor seguiu com grande ímpeto. Abel colocou o time no ataque e Dunga povoou o meio-campo. Entretanto, o Colorado conseguiu segurar o Flu até o fim e o duelo acabou com a vitória do Internacional.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 3 INTERNACIONAL

Local: Estádio Cláudio Moacyr (Moacyrzão), Macaé (RJ)
Data/hora: 13/7/2013 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Auxiliares: Márcio Eustáquio S. Santiago (MG) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Público pagante: 4.114 pessoas
Renda: R$ 69.340,00
Cartões amarelos: Muriel, Jorge Henrique (INT); Deco (FLU)

GOLS: D'Alessandro - 20'/1ºT (0-1), Diego Forlán - 33'/1ºT (0-2) e 40'/1ºT (1-3), Carlinhos - 34'/1ºT (1-2) , Fred - 7'/2ºT (2-3)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Gum (Samuel - 34'/2ºT), Digão, Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner (Deco - 19'/2ºT); Rhayner (Marcos Júnior - 19'/2ºT), Rafael Sobis e Fred - Técnico: Abel Braga.

INTERNACIONAL: Muriel, Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Josimar, Fabrício, Jorge Henrique (Vitor Júnior - 37'/2ºT) e D'Alessandro; Rafael Moura (Dátolo - 18'/2ºT) e Forlán (Ednei - 30'/2ºT) – Técnico: Dunga.


O jogo foi disputado e as falhas do Fluminense acompanhadas pela eficiência do Internacional fizeram a diferença. O Colorado bateu o Tricolor na noite deste sábado por 3 a 2 no Moacyrzão, em Macaé, e chegou aos 12 pontos no Campeonato Brasileiro, assumindo a vice-liderança. Por sua vez, o time de Abel Braga perdeu a quarta na competição e agora precisa buscar a recuperação.

O Tricolor volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Vasco, às 18h30, no Maracanã. Já os comandados de Dunga recebem o Flamengo às 16h, no estádio Centenário.

Inter supera o Flu em Macaé (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press) 

Forlán e D'Alessandro brilham. Defesa do Flu apagada

O jogo começou bom em Macaé. Enquanto o Fluminense tomava a iniciativa, o Internacional buscava se fechar a partir da linha do meio de campo e explorava os contragolpes. Logo no início, após boa jogada, Rafael Sobis recebeu na entrada da área e arriscou, quase abrindo o placar.

A proposta clara do Internacional dava a falsa impressão de superioridade do Fluminense. O time de Abel Braga chegava bem ao ataque, mas por jogar com a linha defensiva alta, deixava muito espaço entre o último homem da defesa e o goleiro Diego Cavalieri.


Fluminense errou muito durante a partida e acabou derrotado (Foto:Cleber Mendes/LANCE!Press)

Fiel ao planejamento, o Colorado abriu o placar aos 20 minutos. O Inter recuperou a bola e em dois passes, D'Alessando encontrou Forlán, que desferiu belo lançamento para o meia. O argentino pegou de primeira, cruzado, já dentro da área e não deu chances a Cavalieri.

O gol não modificou o panorama da partida, que seguia disputada em bom nível. Aos 33, Digão, o último homem da defesa tricolor, errou e deixou a bola na boa para Diego Forlán. O centroavante invadiu a área e ampliou.

Se parecia que o Inter estava próximo de encaminhar a vitória, a sugestão foi alterada logo no minuto seguinte. Sobis cobrou falta pela esquerda e Carlinhos guardou de cabeça. O Flu quase empatou poucos segundos depois. Wágner recebeu livre e bateu por cima.

Entretanto, aos 41, um lance raro. Forlán cobrou escanteio direto para o gol e Cavalieri socou o nada. Gol olímpico do uruguaio. Fim do primeiro tempo no Moacyrzão.


Forlán marcou gol olímpico, seu segundo tento na partida (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Flu pressiona, mas Colorado sai com a vitória

O Fluminense voltou ao campo com uma postura diferente. Correndo bastante, o time estava disposto a empurrar o Internacional para seu campo defensivo. Depois de algumas oportunidades perdidas, o Tricolor conseguiu um escanteio aos 7. Após o levantamento, Digão desviou e Fred, oportunista, estava lá para complementar. 3 a 2. O Flu era outra equipe.


Fred marcou o segundo gol do Fluminense na partida (Foto:Cleber Mendes/LANCE!Press)

Ligado no jogo, disputando cada dividida, o Flu criava oportunidades em sequência. Rafael Sobis e Rhayner arriscaram de fora da área e obrigaram Muriel a trabalhar. Aos 16 minutos, o camisa 23 recebeu livre e na frente do goleiro, chutou por cima. Diferente do primeiro tempo, o Inter não conseguia bloquear as ofensivas do adversário.

O Tricolor seguiu com grande ímpeto. Abel colocou o time no ataque e Dunga povoou o meio-campo. Entretanto, o Colorado conseguiu segurar o Flu até o fim e o duelo acabou com a vitória do Internacional.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 3 INTERNACIONAL

Local: Estádio Cláudio Moacyr (Moacyrzão), Macaé (RJ)
Data/hora: 13/7/2013 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Auxiliares: Márcio Eustáquio S. Santiago (MG) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Público pagante: 4.114 pessoas
Renda: R$ 69.340,00
Cartões amarelos: Muriel, Jorge Henrique (INT); Deco (FLU)

GOLS: D'Alessandro - 20'/1ºT (0-1), Diego Forlán - 33'/1ºT (0-2) e 40'/1ºT (1-3), Carlinhos - 34'/1ºT (1-2) , Fred - 7'/2ºT (2-3)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Gum (Samuel - 34'/2ºT), Digão, Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner (Deco - 19'/2ºT); Rhayner (Marcos Júnior - 19'/2ºT), Rafael Sobis e Fred - Técnico: Abel Braga.

INTERNACIONAL: Muriel, Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Josimar, Fabrício, Jorge Henrique (Vitor Júnior - 37'/2ºT) e D'Alessandro; Rafael Moura (Dátolo - 18'/2ºT) e Forlán (Ednei - 30'/2ºT) – Técnico: Dunga.