icons.title signature.placeholder Rafael Sandrão
11/12/2013
14:27

Após a conquista de seu 10º título mundial na classe Laser, obtido no mês de novembro, no Omã, o velejador Robert Scheidt afirma que não ficou frustrado por não ter sido indicado ao Prêmio Brasil Olímpico. Os três atletas que concorrem são: Arthur Zanetti (Ginástica Artística), Cesar Cielo (Natação) e Jorge Zarif (Vela).

- Eu acredito que não fui indicado pelo Mundial ter sido no fim do ano e esse processo de votação ter sido iniciado bem antes. Tenho certeza que se fosse antes, eu teria sido indicado sim. Mas não é algo que me deixe chateado. Já fui indicado outras vezes e já ganhei - disse Robert.

Aos 40 anos, o velejador também lembrou a importância desse prêmio aos jovens talentos e reiterou sua torcida para Jorge Zarif.

- É importante que os jovens sejam indicados e possam vencer também. Fiquei feliz com a indicação do Jorge e vou torcer para que ele conquiste esse troféu - comentou.