icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
05/11/2014
11:28

O UniCEUB/BRB/Brasília mostrou sua força logo na primeira rodada do NBB 7. Em pleno Ginásio Panela de Pressão, a equipe da capital federal venceu o Paschoalotto/Bauru, pelo placar de 86 a 83, em partida decidida apenas nos segundos finais, e largou na temporada 2014/2015 como um importante triunfo como visitante.

Atuando ao lado de sua torcida, o esquadrão paulista fechou o primeiro quarto em vantagem (18 a 14). Porém, logo na parcial seguinte, os visitantes viraram o jogo e se mantiveram em vantagem no placar até o último período. Nos minutos finais do confronto, os donos da casa chegaram a virar o jogo, mas não teve jeito. Com muita frieza, a equipe candanga segurou a reação dos rivais e confirmou o resultado positivo.

Estreante da noite, o ala/armador Darington Hobson teve papel fundamental na vitória do Brasília. O norte-americano foi o cestinha da equipe com 18 pontos, sendo quatro deles no minuto final do jogo, e ainda acumulou sete rebotes e cinco assistências. Quem também viveu grande noite foi o experiente ala/pivô Guilherme Giovannoni, responsável por 17 pontos, sete assistências e seis rebotes.

Autor dos mesmos 17 pontos de Giovannoni, o pivô Cipolini foi outro atleta fundamental para o êxito dos representantes do Centro-Oeste, assim como o ala Arthur, autor de 13 tentos. Pelo lado bauruense, os destaques foram o pivô Rafael Hettsheimeir, que em sua primeira aparição no NBB somou um expressivo duplo-duplo de 26 pontos e 12 rebotes, e o ala/pivô Jefferson, com 20 pontos e nove rebotes.

Outras três partidas movimentaram a noite desta terça-feira no NBB 7.Com um grande aproveitamento ofensivo, o Franca Basquete derrotou o Basquete Cearense, pelo placar de 90 a 66, ao lado de sua torcida, no Ginásio do Pedrocão.

Para estrear com vitória na sétima edição do NBB, a equipe do interior paulista contou com uma boa produção da dupla de alas Marcos Mata, cestinha do jogo, com 19 pontos, e Léo Meindl, autor de 17 pontos.

Quem também venceu jogando em casa foi o Mogi das Cruzes/Helbor. No Ginásio Professor Hugo Ramos, no Alto Tietê, os comandados do técnico espanhol Paco García dominaram o Unitri/Pilhas Energizer e levaram a melhor pelo placar de 90 a 80.

Os destaques do bom início dos mogianos no NBB 7 ficaram por conta dos alas norte-americano Tyrone Curnell, autor de 19 pontos, sete rebotes e quatro assistências, e Shamell, que anotou 18 pontos. Além dos gringos, quem também se sobressaiu foi o ala Filipin, que saiu do banco de reservas e anotou 13 pontos.

Por fim, na outra partida da noite, o São José/Unimed também fez valer o mando de quadra. Diante de sua torcida, no Ginásio Lineu de Moura, a equipe do Vale do Paraíba levou a melhor sobre o Minas Tênis Clube, pelo placar de 71 a 64.

Com 12 pontos, o pivô Mineiro estreou bem pela equipe paulista e foi o cestinha joseense no confronto. Mesmo com a derrota de seu time, o ala Alex foi o maior pontuador do duelo, com 26 tentos.