icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci, Gabriel Carneiro e Russel Dias
05/11/2014
11:08

Logo após a derrota por 1 a 0 no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, torcedores do Santos criaram um evento na internet convocando outros para uma “festa na Vila Belmiro”. Houve arrecadação de dinheiro para compra de sinalizadores e fogos de artifício e há a expectativa de cerca de mil pessoas acompanhando o trajeto do ônibus do clube desde a porta do CT até o estádio.

A ideia do grupo é formar uma festa completa, como nos históricos jogos de Copa Libertadores disputados pelo Peixe no local. Para isso, todos os ingressos foram esgotados ainda na semana passada, garantindo a festa durante o jogo contra o Cruzeiro. Além disso, o Santos enviou um ofício à Polícia Militar pedindo a entrada no estádio de faixas e balões para completar a festa - a resposta será emitida ainda nesta quarta-feira, horas antes de a bola rolar.

Antes do jogo, a responsabilidade de recepcionar os jogadores será dos torcedores independentes, sem apoio dos uniformizados. A bateria da Torcida Jovem, principal organizada do clube, pretende participar da festa, mas sem envolvimento direto na organização do evento.

O clube, por sua vez, usará o placar eletrônico, antes do jogo, para exibir lances de gols contra o Cruzeiro e viradas históricas do clube, "esquentando" a torcida para o confronto decisivo.

- Vamos ferver aquele caldeirão e passar para a final - confia o capitão Edu Dracena, com o discurso acompanhado pelo companheiro Robinho:

-  Compareçam na Vila Belmiro que o Santos vai para cima. Com todo respeito ao time do Cruzeiro, na Vila tem que dar nós - bradou o Rei do Drible.