icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/03/2014
18:27

Tanto O time de Osasco, quanto o time de Lins precisam da vitória no jogo deste domingo, válido pela última rodada da primeira fase do Paulistão Chevrolet 2014. A situação é oposta, enquanto um tenta a classificação, o outro busca não ser rebaixado no Campeonato. Portanto, a partida que acontece às 16h no José Liberatti, em Osasco, é o jogo da vida das duas equipes.

Com três pontos a mais na conta, o Osasco Audax pode se classificar para a próxima fase da competição. Para tanto, o time do técnico Fernando Diniz precisa vencer e torcer por uma derrota do Ituano diante da Penapolense. Fernando, entretanto, é o único desfalque da equipe. Por conta de uma punição de quatro jogos, o treinador terá de assistir a partida das arquibancadas. Quem assume o seu lugar é o auxiliar técnico Bruno Pivetti. A estratégia de jogo não deve mudar. A expectativa é repetir o desempenho do jogo contra o Corinthians e garantir o resultado.

- Temos que pensar na gente e, torcer pela Penapolense, para que eles repitam a boa apresentação que tiveram contra o Corinthians. Mas o principal é focarmos no nosso jogos, independentemente do que vier acontecer nas outras partidas, temos que nos entregar e dar a vida nessa partida, para que possamos sair com os três pontos - disse o treinador Fernando Diniz.

Esperando contar com o apoio da torcida osasquense, a diretoria do clube promoveu uma promoção: os 10.000 primeiros torcedores que chegarem ao estádio não pagarão ingresso.

A situação do Linense é contrária. Se somar os três pontos em disputa, o time de Lins soma 16 pontos conquistados e escapa definitivamente do rebaixamento. Atualmente, Oeste e Comercial possuem os mesmos 13 pontos do Linense e podem ultrapassar o alvirrubro.