icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/02/2015
19:10

 

Guerreiros, mesmo, foram os bravos torcedores que se dispuseram a enfrentar o calor inclemente feito em Bacaxá, na tarde desta quinta-feira. Em campo, um Fluminense pouquíssimo inspirado. Abafada pela alta temperatura, a equipe de Cristovão Borges mal conseguia trocar dois ou três passes certos. Entretanto, diante de cenário nada alvissareiro, e de frágil adversário, a vitória de 3 a 0 sobre o Boavista (gols de Lucas Gomes, Fred e Jean), que garantiu a liderança e os 100% de aproveitamento, acabou por transformar um possível pesadelo em triunfo.

PRIMEIRA ETAPA FRACA

Foi um primeiro tempo sem graça, salvo pelo gol de Lucas Gomes - o primeiro dele pelo clube -, aos 28 minutos de jogo. Até então, a única bola chutada a gol ocorrera aos 11 minutos. Wellington Silva bateu tão torto, mas tão torto, que chegou a causar vergonha nos tricolores.
Não houve atleta, na partida de baixo nível técnico, que chamasse mais atenção do que o forte calor.

E MAIS
> Confira como foi a partida em Tempo Real
> ATUAÇÕES: Lucas Gomes comanda a vitória
> Fred comemora boa fase e elogia garotos


Os torcedores a disputar loucamente qualquer nesga de sombra, Cristovão espremido no banco junto dos reservas para fugir do sol, e um pequeno mal estar sofrido por Giovanni, aos 43, comprovavam que o sol de Bacaxá não é para principiantes.



PANORAMA MUDA

A segunda etapa começou e o Fluminense ampliou. Aos 7, Lucas Gomes driblou o goleiro e ia fazer, mas Fred, como bom ladrão, tomou a frente do companheiro e marcou o quinto dele no Carioca. Com a temperatura nas alturas, o Flu, após o gol, diminuiu ainda mais o ritmo. Para dar um gás ao time, ainda muito lento, Cristovão sacou Robert e Lucas Gomes e colocou Vinícius e Rafinha em seus lugares.


     

As alterações aumentaram um pouco a velocidade tircolor. Aos 32, Fred, livre na pequena área, sozinho diante do goleiro, bateu por cima. A temperatura do jogo teimava mesmo em não subir. Mas Jean fez o terceiro e aumentou a pressão para cima dos adversários

Se o jogo transcorreu em banho maria, o mesmo não se pode dizer do Tricolor no Carioca. Líder desde a primeira rodada, o torcedor do Fluminense não pensa em outra coisa que não seja esquentar ainda mais o campeonato. O que não tem se mostrado ser difícil.

FICHA TÉCNICA:
BOAVISTA 0X3 FLUMINENSE

Local: Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ)
Data-Hora: 12/2/2014 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Corrêa (RJ) e Lillian fernandes Bruno (RJ)
Gols: Lucas Gomes (28’/1ºT); Fred (3'/2ºT) e Jean (45'/2ºT)
Cartões amarelos: Victor Faísca (BOA), Jean (FLU)
Cartões vermelhos: -
Público e renda: 3.195 pagantes / R$ 89.800,00

BOAVISTA: Dida, Thiaguinho, Edmário (Cristiano - Intervalo), Bruno Costa; Jeff Silva, Fabio Azevedo, Thiago Paiva, Victor Faísca (Max Pardalzinho 3'/2ºT) e Francismar; Erick Flores, Anselmo (Edu 37’/2º T). Técnico: Roy

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Guilherme Mattis e Giovanni; Edson, Jean e Robert (Vinícius 8'/2ºT); Lucas Gomes (Rafinha 18’/2º T), Marlone (Walter 35’/2º T) e Fred. Técnico: Critovão Borges