icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
17/07/2013
19:01

Não teve reunião que desse jeito. O Fluminense bateu o pé mais uma vez diante de Vasco, Ferj e PM. O presidente do clube, Peter Siemsen deixou a sede da Federação pouco antes das 19h e assegurou que não vai recuar na posição de colocar a torcida do Fluminense à direita das cabines de TV no clássico do próximo domingo, contra o Vasco.

- Tudo o que eu falei à tarde está valendo. Já falei o que tinha que falar - limitou-se a dizer o dirigente, com cara de poucos amigos.

O Fluminense se vale do contrato assinado com o Consórcio Maracanã para endurecer e exigir que a torcida tricolor ocupe o setor Sul do estádio. Já as outras partes dizem que, por segurança, a mudança não deve ser efetuada contra os vascaínos, já que os cruz-maltinos historicamente ocuparam justamente o setor pleiteado pelo Flu.

LEIA TAMBÉM:

> Em protesto, torcedores do Vasco jogam ovos na portaria da Ferj
> Siemsen garante que torcida do Fluminense ficará no lado direito das cabines
> Organizada do Vasco convoca protesto na Ferj para reivindicar entrada pela Uerj
> Fluminense divulga venda de ingressos e tricolores vão entrar pela Uerj
> Organizada do Flu rebate protestos de vascaínos por inversão de lados no Maraca

Marcelo Penha, representante do Fluminense na Ferj, acompanhou a saída de Peter da endidade e depois retornou, já que mais uma reunião sobre o clássico continua acontecendo.

Não teve reunião que desse jeito. O Fluminense bateu o pé mais uma vez diante de Vasco, Ferj e PM. O presidente do clube, Peter Siemsen deixou a sede da Federação pouco antes das 19h e assegurou que não vai recuar na posição de colocar a torcida do Fluminense à direita das cabines de TV no clássico do próximo domingo, contra o Vasco.

- Tudo o que eu falei à tarde está valendo. Já falei o que tinha que falar - limitou-se a dizer o dirigente, com cara de poucos amigos.

O Fluminense se vale do contrato assinado com o Consórcio Maracanã para endurecer e exigir que a torcida tricolor ocupe o setor Sul do estádio. Já as outras partes dizem que, por segurança, a mudança não deve ser efetuada contra os vascaínos, já que os cruz-maltinos historicamente ocuparam justamente o setor pleiteado pelo Flu.

LEIA TAMBÉM:

> Em protesto, torcedores do Vasco jogam ovos na portaria da Ferj
> Siemsen garante que torcida do Fluminense ficará no lado direito das cabines
> Organizada do Vasco convoca protesto na Ferj para reivindicar entrada pela Uerj
> Fluminense divulga venda de ingressos e tricolores vão entrar pela Uerj
> Organizada do Flu rebate protestos de vascaínos por inversão de lados no Maraca

Marcelo Penha, representante do Fluminense na Ferj, acompanhou a saída de Peter da endidade e depois retornou, já que mais uma reunião sobre o clássico continua acontecendo.