icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/07/2013
10:49

O Fluminense está de volta ao 'Maior do Mundo'. O clube anunciou o acordo com o Complexo Maracanã Entretenimento S.A na manhã desta quarta-feira por meios das redes sociais. A assinatura do contrato será no Salão Nobre do Clube, às 16h, onde o presidente Peter Siemsen e o presidente do consórcio, João Borba, concederão entrevista coletiva.

O LANCE!Net antecipou na semana passada que o clube estava próximo do acerto, mas que o contrato de concessão não obrigava ao consórcio o acordo com dois clubes do estado. Nesta quarta, mesmo dia do anúncio, foi mostrada a expectativa e os planos do Fluminense com o estádio, que estava otimista por um acordo com a nova administração do Complexo Maracanã.

A última vez em que o Tricolor jogou no Maracanã foi no Campeonato Brasileiro de 2010, no dia 1 de setembro, quando a equipe empatou em 1 a 1 com o Palmeiras. Desde então, o clube passou a mandar seus jogos no Engenhão (na maioria das vezes), em Volta Redonda, Macaé e até em São Januário.

Rodrigo Caetano confirma vistoria de comitiva do Flu no Maraca

EXPECTATIVA É AUMENTAR ARRECADAÇÃO

O acordo é fundamental para levantar as receitas do clube com bilheteria, catastróficas no Campeonato Carioca (prejuízo nos 19 jogos). Dos cinco piores públicos do Brasileirão, dois foram do Fluminense como mandante. Das cinco menores receitas, idem. As partidas foram contra Criciúma e Goiás, em Macaé.

LEIA TAMBÉM
- Fluminense planeja jogar em Brasília no segundo turno do Brasileiro
- Jean fala sobre especulações e momento financeiro do Fluminense

O fato de não ter onde jogar na cidade do Rio de Janeiro e não saber com muita antecedência onde atuar já foi criticado pelos jogadores e pela comissão técnica. O objetivo do Fluminense é fazer do Maracanã a casa pelos próximos anos, mandando todos os jogos lá. As negociações com o consórcio foram conduzidas principalmente pelo presidente Peter Siemsen.

Ao todo, nos três jogos como mandantes neste Campeonato Brasileiro, o Fluminense teve renda total de R$84.730,00 e público de 5.601 (média de 1.867 por jogo). Essas três partidas (contra Atlético-PR, Criciúma e Goiás), foram disputadas no Moacyrzão, em Macaé.

RETORNO NO ANIVERSÁRIO

O retorno do Fluminense ao "Maior do Mundo" já tem data e hora para acontecer. Será no dia do aniversário de 111 anos do clube, dia 21 de julho, às 18h30, no clássico diante do Vasco da Gama. Antes, o time viajará até Macaé para encarar o Internacional, no sábado, apesar de ter o mando dessa partida, o clube não pode mudar o local da partida com menos de dez dias de antecedência, segundo o Estatuto do Torcedor.

Fluminense encarou o Palmeiras em seu último jogo no estádio, em 2010 (Foto: Arquivo LANCE!)


O Fluminense está de volta ao 'Maior do Mundo'. O clube anunciou o acordo com o Complexo Maracanã Entretenimento S.A na manhã desta quarta-feira por meios das redes sociais. A assinatura do contrato será no Salão Nobre do Clube, às 16h, onde o presidente Peter Siemsen e o presidente do consórcio, João Borba, concederão entrevista coletiva.

O LANCE!Net antecipou na semana passada que o clube estava próximo do acerto, mas que o contrato de concessão não obrigava ao consórcio o acordo com dois clubes do estado. Nesta quarta, mesmo dia do anúncio, foi mostrada a expectativa e os planos do Fluminense com o estádio, que estava otimista por um acordo com a nova administração do Complexo Maracanã.

A última vez em que o Tricolor jogou no Maracanã foi no Campeonato Brasileiro de 2010, no dia 1 de setembro, quando a equipe empatou em 1 a 1 com o Palmeiras. Desde então, o clube passou a mandar seus jogos no Engenhão (na maioria das vezes), em Volta Redonda, Macaé e até em São Januário.

Rodrigo Caetano confirma vistoria de comitiva do Flu no Maraca

EXPECTATIVA É AUMENTAR ARRECADAÇÃO

O acordo é fundamental para levantar as receitas do clube com bilheteria, catastróficas no Campeonato Carioca (prejuízo nos 19 jogos). Dos cinco piores públicos do Brasileirão, dois foram do Fluminense como mandante. Das cinco menores receitas, idem. As partidas foram contra Criciúma e Goiás, em Macaé.

LEIA TAMBÉM
- Fluminense planeja jogar em Brasília no segundo turno do Brasileiro
- Jean fala sobre especulações e momento financeiro do Fluminense

O fato de não ter onde jogar na cidade do Rio de Janeiro e não saber com muita antecedência onde atuar já foi criticado pelos jogadores e pela comissão técnica. O objetivo do Fluminense é fazer do Maracanã a casa pelos próximos anos, mandando todos os jogos lá. As negociações com o consórcio foram conduzidas principalmente pelo presidente Peter Siemsen.

Ao todo, nos três jogos como mandantes neste Campeonato Brasileiro, o Fluminense teve renda total de R$84.730,00 e público de 5.601 (média de 1.867 por jogo). Essas três partidas (contra Atlético-PR, Criciúma e Goiás), foram disputadas no Moacyrzão, em Macaé.

RETORNO NO ANIVERSÁRIO

O retorno do Fluminense ao "Maior do Mundo" já tem data e hora para acontecer. Será no dia do aniversário de 111 anos do clube, dia 21 de julho, às 18h30, no clássico diante do Vasco da Gama. Antes, o time viajará até Macaé para encarar o Internacional, no sábado, apesar de ter o mando dessa partida, o clube não pode mudar o local da partida com menos de dez dias de antecedência, segundo o Estatuto do Torcedor.

Fluminense encarou o Palmeiras em seu último jogo no estádio, em 2010 (Foto: Arquivo LANCE!)