icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão e Marcello Vieira
11/03/2014
06:16

O Fluminense contratou Walter por empréstimo junto ao Porto (POR) por um valor que pode ser considerado elevado para os padrões do mercado. O LANCE!Net teve acesso aos detalhes da negociação e apurou que para ter o atacante nas Laranjeiras, o Tricolor prometeu desembolsar cerca de 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 7 milhões) no fim do ano para os portugueses, valor que pode ser convertido em direitos de atletas da base. Na mesma operação, o Flu assegurou 25% dos direitos econômicos do atleta. Cabe ressaltar que o clube não terá ajuda da Unimed para viabilizar o acordo.

A intenção de Fluminense e Walter é de que o atacante não volte tão cedo para o futebol europeu. O contrato do jogador com o Porto vai até o meio de 2015. Como o vínculo de empréstimo com o Flu se estende até o fim de 2014, Walter já poderia assinar pré-contrato antes do retorno à Europa. Embora não exista nenhum acordo neste sentido, a tendência é a de que o Flu tente negociar a liberação do atacante com os dirigentes portugueses. Caso Walter esteja em alta e o Porto insista em tentar vender o jogador antes de perdê-lo sem mais custos, o Tricolor tentará recuperar o investimento que fez.

E MAIS
Súmula mostra explicação do àrbitro por expulsão de goleiro do Duque
Jean esquece empate e comemora classificação do Fluminense

– Não se fala muito da situação futura do Walter porque ele ainda tem quase dois anos de contrato. Hoje, o Fluminense tem direito a lucrar com os 25% dos direitos econômicos que adquiriu na negociação. É muito recente. O contrato com o Porto só acaba no meio do ano que vem, então não tem porque debater uma permanência futura  – disse o empresário de Walter, Marco Antônio Telles, ao LANCE!Net.

Enquanto isso, o Porto não mostra muito interesse na volta de Walter, que em poucos jogos já conquistou o coração da torcida tricolor.

ARTILHEIRO MESMO NO BANCO

Foram sete jogos com a camisa do Fluminense, sendo apenas dois como titular. Porém, isso não tem sido empecilho para Walter mostrar seu faro de gols. Já foram marcados cinco, o que dá uma média de 0,71 gol por partida. Walter inclusive é o artilheiro da equipe no Campeonato Carioca. Logo atrás aparecem os meias Conca e Wágner, que marcaram quatro vezes cada.

O atacante já pode até sonhar com voos mais altos na competição. Como o Fluminense está classificado para as semifinais, Walter ainda pode chegar à artilharia da competição. O camisa 18 está com dois gols a menos do que Edmilson, do Vasco, Alecsandro, do Flamengo, e Carlinhos, do Madureira, artilheiros do Estadual com sete gols.

A boa fase do camisa 18 tricolor tem sido constantemente elogiada pelo técnico Renato Gaúcho.

– Walter não gosta de ficar fixo na área. Gosta de rodar. Tem qualidade para isso e nós sempre damos liberdade para ele fazer isso. Qualidade não se pode restringir – explicou o treinador.