icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
14/11/2014
18:30

A arbitragem de Thiago Duarte Peixoto no jogo entre Fluminense e Coritiba, no sábado passado, irritou consideravelmente jogadores do Fluminense e dirigentes. O clube carioca entende que o juíz acabou sendo parcial e errou em diversos lances da partida. Por isso, através do advogado Mário Bittencourt, encaminhou à procuradoria do STJD uma notícia infração pedindo que o árbitro seja punido. Além disso, Thiago pode ser afastado dos jogos do time.

– Fizemos um DVD e anexamos vários lances com destaque ao que levou à lesão do Bruno. Solicitamos também que o tribunal oficie a comissão de arbitragem para que ele não apite nossos jogos enquanto o caso não for julgado – disse o advogado Mário Bittencourt ao LANCE!.

O dirigente, que também é vice-presidente de futebol do Flu, ainda especificou alguns dos lances que causaram tamanha contrariedade. Vale ressaltar que o argentino Darío Conca deixou o campo do Couto Pereira irritado e falando que Thiago Duarte Peixoto foi o pior árbitro que ele já vira em um jogo do clube.

- Foram vários lances absurdos. Logo no início, ele deu amarelo para o Elivélton numa falta inexistente. Conca foi agarrado pelo pescoço no segundo tempo e nada ocorreu. Bruno levou uma entrada criminosa que causou uma lesão importante no joelho dele que era para vermelho e o Coritiba seguiu impune. Logo em seguida, a maca não entrou em campo para retirar nosso atleta que teve que ser retirado de campo pelos companheiros. Isto sem falar na cera que os jogadores do Coxa fizeram. O próprio Conca levou um amarelo no fim porque queria jogar e o goleiro não deixava, já que estava segurando a bola e retardando a continuidade do jogo - enumerou Mário Bittencourt.