icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/04/2014
08:00

Era para ser em Curitiba. Mas o Atlético-PR irá receber o Grêmio, neste domingo, às 16h, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, cumprindo punição recebida pelas brigas na última rodada do último Brasileirão. Paranaenses e gaúchos, por motivos distintos, tentam a recuperação no ano.

O Furacão passa por momento complicado. Depois da eliminação na primeira fase da Libertadores, uma reformulação profunda iniciou. Manoel, referência nos últimos anos, foi um dos jogadores afastados do elenco - outros 12 também passaram a treinar com o time sub-23. Adriano rescindiu o contrato com o rubro-negro.

O técnico espanhol Miguel Ángel Portugal está pressionado. O trabalho é questionado e ele pode ser um dos primeiros técnicos do Brasileiro a ser demitidos. No meio deste turbilhão, o treinador montou uma equipe quase emergencial para o jogo. Weverton, João Paulo, Marcelo e Ederson são os remanescentes do time do ano passado, de boa campanha sob o comando de Vagner Mancini.

A equipe terá muitos valores jovens. Portugal buscou na base algumas opções, como o meia Marcos Guilherme, de 18 anos. Sueliton será desfalque e Mário Sérgio assume a lateral direita.

- Como eu sempre falo, é o meu sonho poder estar no time principal do Atlético. Acredito que de todos os meus anos no clube, este é o meu melhor momento. Estou bem preparado para estes desafios que estão por vir. Para mim, é uma satisfação enorme fazer parte deste grupo, tendo a possibilidade de jogar um Campeonato Brasileiro e uma Copa do Brasil - disse Marcos Guilherme, apenas 18 anos, ao site oficial dos paranaenses.

EM BUSCA DA CONFIANÇA ABALADA

Já o Grêmio chega também em um momento de certa forma ruim. O clube gaúcho foi goleado pelo maior rival na final do Campeonato Gaúcho e teve a confiança estremecida. Os jogadores passaram a semana citando o Gre-Nal e dando explicações sobre a perda do título.

Paralelamente a isso, o time tem a segunda melhor campanha da Libertadores e começa a disputa das oitavas de final da competição contra o San Lorenzo, nesta quarta-feira, na Argentina. A viagem para Buenos Aires acontece já na segunda-feira - e o elenco gremista volta de Florianópolis de ônibus, após a partida, com chegada prevista para madrugada.

O técnico Enderson Moreira, por isso, preferiu poupar a dupla Rhodolfo e Werley. Os zagueiros tiveram recuperação mais lenta, segundo o comandante, e por isso Bressan e Pedro Geromel irão atuar. Na defesa, mais uma mudança: Wendell esteve com a Seleção sub-21 para uma semana de preparação e por conta disso dá lugar para Breno.

Outra novidade na equipe é a presença do meia Zé Roberto. O camisa 10 volta a ser escalado após mais de um mês se recuperando de lesão no tornozelo esquerdo.

- O Atlético-PR é muito importante, temos uma decisão na quarta, o que eu tinha que fazer para que a gente pudesse estar com a equipe da melhor forma já foi feito. As decisões e o que foi colocado. Nós vamos com uma equipe competitiva no domingo, porque é importante começar bem o campeonato - comentou Enderson Moreira.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X GRÊMIO

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data-hora: 20/04/2014 - 16h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Auxiliares: Carlos Brekenbock (SC) e Marcio Luiz Augusto (SP)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Carlos Cesar, Drausio, Cleberson e Natanael; Otávio, João Paulo, Paulinho Dias e Marcos Guilherme; Marcelo e Ederson - Técnico: Miguel Ángel Portugal.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Bressan, Pedro Geromel e Breno; Edinho, Ramiro, Riveros, Zé Roberto e Dudu; Barcos - Técnico: Enderson Moreira.