icons.title signature.placeholder Bruno Grossi e Marcio Porto
06/07/2014
13:23

O São Paulo organizou festa grandiosa na manhã deste domingo para apresentar Kaká para cerca de 25 mil torcedores no Morumbi. A empolgação pela chegada do craque, no entanto, poderia estar dominando outro gigante do futebol brasileiro. Segundo o presidente Carlos Miguel Aidar, o Flamengo também tentou a contratação do meia.

De acordo com o mandatário do Tricolor, os rubro-negros fizeram contato com o empresário Flávio Augusto da Silva, proprietário do Orlando City, time dos Estados Unidos que detém os direitos econômicos de Kaká. Por ser flamenguista, o "chefão" dos Lions cogitou negociá-lo com os cariocas, mas preferiu seguir o desejo do astro de sua franquia.

- As negociações foram conduzidas pelo pai do Kaká, seu Bosco, pelo Ataíde Gil Guerreiro (vice-presidente de futebol) e pelo nosso gerente-executivo Gustavo Oliveira, que não pouparam esforços. O Flávio, como flamenguista, até conversou com o Flamengo, mas a vontade do jogador em voltar ao São Paulo prevaleceu - afirmou Aidar.


Apresentado por Rogério Ceni e Luis Fabiano, Kaká vestirá a camisa 8 no Tricolor pelos próximos cinco meses para disputar a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. No fim de janeiro, a princípio, ele terá de se apresentar na pré-temporada do Orlando City, que estreará na Major League Soccer (MLS) em março. Uma aventura após reencontrar o clube do coração.

- É emocionante essa volta e ver o Morumbi cheio, com meus amigos, familiares e filhos no lugar onde vivi 13 anos da minha vida. É um dia especial pessoalmente e para minha carreira. E também para quem é são-paulino e torce por mim - comemorou.