icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
16/12/2013
21:11

Assim como a Portuguesa, o Flamengo perdeu quatro pontos no Brasileirão por causa da escalação irregular do lateral-esquerdo André Santos. A decisão, em primeira instância, foi tomada em julgamento nesta segunda-feira no STJD. Cabe recurso e será feito em até três dias pelo rubro-negro.

Como a Lusa também foi punida no julgamento anterior, o Fla não entra na zona de rebaixamento. A sessão do Pleno, caso o Fla recorra, será no dia 27 de dezembro.

O Flamengo apresentou três interpretações de que teria colocado André Santos em condição regular. O clube usou até o depoimento do ex-diretor-chefe do Comitê Disciplinar da Fifa, Paolo Lombardi, mas não convenceu os auditores do Tribunal, que, por unanimidade, decidiram tirar pontos do clube.

A sustentação do advogado do Fla, Michel Assef Filho, foi que em uma resolução da CBF há a previsão para que o jogador suspenso por cartão em determinada competição nacional cumpra a automática na edição do ano seguinte e só então pague a pena aplicada pelo STJD, como a que André Santos recebeu. No entanto, a tese, ainda que tenha levantado uma discussão profunda, não convenção.