icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
20/02/2015
19:49

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) definiu em julgamento nesta sexta-feira a punição de Flamengo e Macaé pelos acontecimentos da partida entre os clubes, na primeira rodada do Campeonato Carioca. A pena aplicada, sugerida pela relatora Tatiana Castro e que contou com adesão integral dos auditores, foi a perda de um mando de campo, além de uma multa de R$ 10 mil para cada clube.

No dia 31 de janeiro, Flamengo e Macaé se enfrentaram no Moacyrzão e, antes do jogo iniciar, torcedores do Flamengo invadiram o vestirário do Macaé. O goleiro Ricardo Berna acabou sendo agredido pelos vândalos. As equipes foram denunciadas por infringir o artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, cuja punição máxima na esfera esportiva é de perda de 10 mandos do campo. Já na questão financeira, a pena varia de R$ 100 a R$ 100 mil.

O Rubro-Negro não concordou com a decisão do Tribunal e o corpo jurídico já admitiu que entrará com um pedido de efeito suspensivo.

- Flamengo respeita a decisão do Tribunal, mas discorda frontalmente e vai recorrer pedindo efeito suspensivo. O Flamengo não vai abrir mão de um mando no Maracanã em um campeonato já deficitário - disse Bernardo Accioly, diretor jurídico do Flamengo, ao Globoesporte.