icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
09:03

Não é novidade a dificuldade do Flamengo em superar fases de grupo de Libertadores. Em 2012, o Rubro-Negro, comandado por Ronaldinho Gaúcho, caiu neste estágio da competição continental justamente por se complicar em casa em jogo contra o Olímpia (PAR).

Desta vez, Jayme de Almeida e os comandados nem pensam em uma nova tragédia. Prova disso é que o treinador tratou de garantir que quem joga no Flamengo não pode ter medo de fracassar, mas sim tentar vencer os jogos que forem necessários e passar de fase.

– Jogar no Flamengo com medo de adversário não pode. Não tenho medo de fantasma. Vamos tentar vencer os jogos fora. Não tem desespero, de que acabou. Temos condições de vencer na Bolívia.

E MAIS
- Logo agora? Flamengo luta contra problemas físicos na Libertadores
- Técnico do sub-20 comanda treino do Fla ao lado de Jayme, no Ninho

Em 2010 o Flamengo também teve problemas para passar desta fase. Com Adriano e Vagner Love, o Rubro-Negro foi o pior classificado, mas caiu apenas nas quartas de final, para a Universidad do Chile.