icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes
31/12/2013
07:04

Depois do meia-atacante Everton, o segundo reforço do Flamengo para 2014 será Léo. O lateral-direito já aceitou a oferta do clube para assinar por quatro anos, mas as partes envolvidas na negociação esperam pelo término do contrato de empréstimo do jogador com o Atlético-PR – em 31 de dezembro – para concluir a operação.

O Rubro-Negro desembolsará R$ 2 milhões para adquirir 50% dos direitos econômicos, percentual vinculado ao Vitória. A proposta é superior aos R$ 1,5 milhão, valor estipulado pelos baianos ao Furacão para a compra no fim 2013. O clube deverá fazer o depósito até o fim desta semana.

Apesar de o depósito dos paranaenses ter sido efetuado na sexta-feira passada, dentro ainda do prazo, Vitória e Flamengo têm a favor uma cláusula no acordo de cessão. Ela diz que no caso de uma oferta superior ao valor pré-determinado para venda, os baianos deveriam notificar o Atlético-PR, que, imediatamente, teria de cobrir para contar com Léo em 2014.

E a notificação foi feita ao Furacão nas últimas semanas, quando o Rubro-Negro entrou definitivamente na operação para ficar com o jogador. O aviso foi emitido pelo Vitória depois que os dirigentes paranaenses apenas comunicaram que exerceriam a opção de compra.

Além desse fato, o Atlético-PR não procurou os empresários de Léo para negociar um novo contrato. No Furacão, o jogador recebia cerca de R$ 20 mil mensais, valor inferior aos números oferecidos pelo Flamengo no novo contrato.

– O Atlético-PR pagou ao Vitória, mas não acertou com o jogador. E, portanto, ele não é obrigado a ir. Eles sabem da proposta do Flamengo. Devemos ter uma definição depois da virada do ano – explicou, Raimundo Queiroz, diretor de futebol do clube baiano, em entrevista ao LANCE!Net.