icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/03/2014
13:10

Após muitos rumores, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) confirmou o Molico/Osasco, time atual campeão paulista e que liderou de forma invicta a primeira fase da atual edição da Superliga Feminina, no Campeonato Mundial de Clubes, como convidado. O torneio reunirá seis equipes e será disputado entre 7 e 11 de maio, em Zurique (SUI).

Nas últimas quatro edições do Mundial, a equipe esteve presente em três delas e em todas subiu no pódio, já que foi vice-campeão em 2010 e terceiro colocado em 2011. No ano passado, a Unilever foi vice-campeã.

- É com enorme satisfação que recebemos essa notícia de que iremos disputar o Mundial de Clubes. É um reconhecimento pelo nosso trabalho em todas as edições do Mundial e também pelo nosso desempenho na atual Superliga, já que estamos há 28 partidas invictas. Conquistamos o título em 2012 e estivemos no pódio em 2010 e 2011, por isso, considero que fomos premiados com essa escolha - falou Benedito Geraldo Crispi, supervisor técnico do clube.

Além do título em 2012 com o Sollys/Nestlé, o Brasil também conquistou o mundo no vôlei feminino em 1994, com o Leite Moça.

O Brasil também terá a presença do Sesi-SP no Mundial de 2014. Isso porque o time paulista venceu o Osasco na final do Sul-Americano, torneio que oferecia vaga no Mundial.

Volero Zurique, como anfitrião, e o Dínamo Kazan, campeão da Liga dos Campeões da Europa, também já estão garantidos. Restam agora duas vagas: uma para o vencedor da Liga Asiática e mais um convite, a ser anunciado.