icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira
18/06/2014
21:56

A lamentação do técnico de Camarões, Volker Finke, não se restringiu à goleada por 4 a 0 sofrida para a Croácia nesta quarta-feira, na Arena da Amazônia. Em entrevista coletiva, o comandante lamentou a briga que os camaroneses Ekotto e Moukandjo tiveram dentro de campo:

- Foi uma situação ruim, Vamos conversar para saber as razões para aquele comportamento. Foi uma coisa muito feia, e a equipe nacional perdeu duas vezes. Posso dizer que resultados como este são feios para Camarões.

Na saída do gramado, Eto'o teve de conter Ekotto, que estava com os nervos à flor da pele.

Finke revelou que terá muita cautela na preparação da equipe para sua despedida da Copa do Mundo:

- Queremos apresentar uma nova face dessa equipe. Hoje (quarta-feira) todos estão desapontados. É necessário ter dois dias para pensar e descansar e ver o que acontecer. Vou analisar o comportamento de alguns jogadores, pois o comportamento aqui não foi bom. Todos têm de fazer um pouco mais. e nos preparar para enfrentar o Brasil.

O treinador desconversou ao ser questionado sobre seu futuro à frente da seleção:

- Tenho de dormir uma noite depois disso. Não é o momento de pensar o futuro. Vamos esperar mais um pouco se vou deixar a seleção ou não.