icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/04/2014
19:42

Há pouco mais de um ano à frente do Ituano, o técnico Doriva desbancou os grandes clubes da capital paulista e chegou à "inesperada" final do Paulistão. Restando dois jogos contra o Santos nesta edição do Estadual, o treinador, que foi volante nos anos 90 e 2000, confessou o sentimento de surpresa diante da ótima campanha do Galo de Itu.

– A gente não pode falar que imaginava isso, mas à medida que as coisas foram acontecendo, à medida que equipe foi amadurecendo e começamos a fazer bons jogos, a gente passou a acreditar – declarou o comandante.

Como jogador, Doriva conquistou títulos como Libertadores e Mundial de Clubes pelo São Paulo, Copa Conmebol pelo Atlético-MG e Taça da Liga Inglesa pelo Middlesbrough. O ex-volante também foi vice-campeão mundial pela Seleção Brasileira em 1998. Agora, comandando o Galo de Itu, o "copeiro" ex-jogador tem a chance de levantar sua primeira taça como treinador.

– É a primeira, né? Também estou vivendo este primeiro momento como treinador. A gente busca relembrar do momento que a gente viveu como atleta. É diferente, temos de tomar atitudes pontuais para controlar o ímpeto dos atletas. Mas a gente está desfrutando também – comentou.

AVAL DO PRESIDENTE

Juninho Paulista, presidente do Ituano e também ex-jogador, disse confiar na experiência do treinador Doriva. Com um elenco recheado de jovens atletas, Juninho crê justamente no trabalho do técnico rubro-negro para desbancar o favorito Santos na final do Paulistão.

– Eles conquistaram este espaço e têm de saber aproveitar. Eu, o Doriva, o Anselmo... A gente tem uma certa experiência com disputa de títulos. Essa experiência, principalmente em relação ao Doriva, pode ser passada para os atletas – afirmou o homem-chefe do Galo de Itu.

Doriva comenta preparação do Ituano para encarar o Santos