icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/04/2014
14:23

Atuar com oito reservas diante do atual campeão da Libertadores vindo de uma sequência de três derrotas na temporada. Foi assim que o Grêmio entrou em campo diante do Atlético-MG, na noite do último domingo, na Arena. O risco de um novo revés existia, mas a necessidade de preservar grande parte dos titulares projetando o duelo contra o San Lorenzo, nesta quarta-feira, pela competição sul-americana falou mais alto, assim como garantiu o técnico Enderson Moreira.

Em entrevista coletiva após a vitória do Tricolor contra o Galo de Ronaldinho Gaúcho & Cia., Enderson, em garantiu que a decisão de escalar apenas três titulares (Marcelo Grohe, Ramiro e Luan) não partiu apenas dele. Na sequência, ele valorizou o Brasileirão, mas deixou claro: o jogo de quarta, que definirá a continuidade gremista na Libertadores, era e segue sendo mais importante.

– Foi uma decisão tomada juntamente com toda a comissão técnica, departamento físico, direção e presidente. A gente sabe que tem na quarta-feira um jogo que é decisivo. Esse sim define a nossa continuidade em uma competição. A gente sabe que cada ponto que é disputado em um campeonato de pontos corridos é fundamental para as prentensões futuras. Mas chegou o momento em que tivemos que fazer uma opção. O San Lorenzo também fez essa opção, mesmo jogando no sábado – disse o técnico, se referindo ao 0 a 0 do time argentino contra o Belgrano, pelo Torneio Final do Campeonato Argentino. Apenas três titulares começaram o jogo: Villalba, Ortigoza e Correa.

Para seguir justificando a opção tomada, o técnico destacou que, caso tivesse escalado a equipe titular do Grêmio contra o Atlético, o time poderia sofrer com a sequência de jogos ao longo deste ano e não ter o desempenho esperado na quarta.

– Todos sabem que é um jogo decisivo. Poderíamos jogar hoje e talvez não tivéssemos com a capacidade de fazer um grande jogo na quarta. A gente sabe da responsabilidade que é estar à frente de uma equipe do Grêmio, mas temos que tomar algumas decisões. Não em função do resultado, mas em função do que temos na quarta-feira – completou Enderson.

O Grêmio, derrotado pelo San Lorenzo no jogo de ida por 1 a 0, precisa de um triunfo por dois ou mais gols de diferença nesta quarta, na Arena, para avançar às quartas de final diante de Cerro Porteño ou Cruzeiro.