icons.title signature.placeholder Guilherme Gomes
11/11/2014
13:50

Roger Federer realmente parace um vinho. Quanto mais velho, melhor. Em seu segundo jogo nas Finais da ATP em Londres, o suíço não teve trabalho para despachar Kei Nishikori por 2 sets a 0 (6-3 e 6-2). Federer não tomou conhecimento nem do fato de o japonês ter vencido o britânico Andy Murray na estreia.

O jogo representava o duelo entre os dois vencedores da estreia do Grupo B e muita gente apostava que o asiático poderia resistir a Feder. Doce ilusão. Federer dominou o confronto desde o início e ganhou a batalha das estatísticas disparado. Foram 7 aces dele contra apenas um de Nishikori, que para piorar cometeu cinco duplas faltas contra apenas uma do suíço. O reflexo disso foi que Federer venceu 82% dos primeiros serviços contra apenas 68% do japonês.

Outro dado que mostra a irregularidade do jogo de Nishikori é que ele cometeu 30 erros não forçados, contra 18 de Federer. E não aproveitou nenhum dos três break-points que teve. Já Roger quebrou três vezes em sete oportunidades.

Com a vitória, Federer assume a ponta do grupo B e praticamente garante uma vaga nas semifinais. Mais uma marca expressiva desse que é o maior vencedor das Finais, com seis taças conquistadas.

Na próxima rodada do grupo, na quinta-feira, Federer vai encerrar sua participação na chave de grupos contra o britânico Andy Murray.