icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
10/07/2013
11:04

Sem marcar desde o dia 28 de fevereiro (último gol foi contra o The Stongest (BOL) pela Libertadores), o atacante Osvaldo tem a chance de findar o jejum contra o Bahia, hoje no Morumbi. Além de acabar com a incômoda marca, ele pode fazer o milésimo gol do São Paulo em casa nas partidas pelo Campeonato Brasileiro.

O Tricolor teve duas chances de alcançar o feito (falta apenas um gol), porém acabou derrotado por Goiás e Santos, nas duas últimas apresentações em casa. O gol derradeiro no Morumbi pelo Nacional aconteceu na goleada sobre o Vasco por 5 a 1, ainda na 2 rodada.

O ano de 2013 começou da maneira perfeita para Osvaldo. Após fechar 2012 em alta, o atacante iniciou a temporada como destaque da equipe ao lado de Jadson e chegou a projetar até a marca de 20 gols com a camisa tricolor ao longo do ano. O bom rendimento em campo impressionou Felipão, que o levou para a Seleção Brasileira.

O atacante, porém, chega para o jogo diante do Bahia com apenas cinco gols e amargando uma seca de mais de quatro meses sem balançar as redes. Ainda, em razão de uma lesão no quadril sofrida no confronto com o Corinthians, pela semifinal do Paulistão, viu ruir a chance de seguir fazendo parte das convocações de Felipão e figurar na na Copa das Confederações.

Para se livrar da má fase e também ajudar o São Paulo a espantar a crise, Osvaldo pede o apoio dos torcedores na partida desta quarta-feira.

– A gente quer a torcida do nosso lado para nos dar força para reagirmos, já que é ela que nos empurra para a vitória principalmente quando jogamos em casa – disse o jogador, ao site oficial do clube.

Mais do que recuperar a confiança dos são-paulinos no futebol da equipe, o camisa 17 pode recomeçar o projeto dos 20 gols na temporada a partir de uma boa apresentação diante do clube baiano. Curiosamente a busca pela marca do vigésimo gol tem tudo para começar pelo mil.

Fabuloso atrás de marca isolada

Além da possibilidade de ser o autor do milésimo gol do São Paulo em Brasileiros no Morumbi, o companheiro de Osvaldo, Luis Fabiano, também busca o posto isolado de quinto no ranking de maiores artilheiros da história do Tricolor.

Contra o Grêmio, no Olímpico, pelo Nacional, Fabuloso chegou à marca de 173 redes balançadas pelo clube e igualou Luizinho. Agora, o camisa 9 já busca atingir o feito de França, quarto maior na lista dos grandes goleadores, com 182 gols. No topo, Serginho Chulapa lidera com certa folga: 242.

Luis Fabiano chegou a flertar com uma saída do São Paulo durante a pausa da Copa das Confederações. Porém, pouco antes da volta aos trabalhos em Cotia, o centroavante anunciou sua permanência. Fabuloso é o artilheiro do São Paulo na atual temporada, com 17 gols em 26 apresentações.

‘Pedido’ de gol a juiz não foi atendido

O São Paulo bateu o Penapolense por 1 a 0 nas quartas de final do Campeonato Paulista. E Osvaldo bem que queria que o gol fosse creditado a ele na súmula, já que foi o camisa 17 quem finalizou a gol antes do zagueiro Jaílton desviar de cabeça contra a própria meta.

– Eu briguei ali no fundo, ganhei e busquei um dos atacantes. Espero que o gol seja meu. Eu não venho marcando, então espero que ele (árbitro) tenha dado esse gol para mim – disse Osvaldo, após o jogo.

Mas seu pedido não foi atendido e o árbitro Wilson Luiz Seneme acabou assinalando gol contra para o defensor do time de Penápolis.

Sem marcar desde o dia 28 de fevereiro (último gol foi contra o The Stongest (BOL) pela Libertadores), o atacante Osvaldo tem a chance de findar o jejum contra o Bahia, hoje no Morumbi. Além de acabar com a incômoda marca, ele pode fazer o milésimo gol do São Paulo em casa nas partidas pelo Campeonato Brasileiro.

O Tricolor teve duas chances de alcançar o feito (falta apenas um gol), porém acabou derrotado por Goiás e Santos, nas duas últimas apresentações em casa. O gol derradeiro no Morumbi pelo Nacional aconteceu na goleada sobre o Vasco por 5 a 1, ainda na 2 rodada.

O ano de 2013 começou da maneira perfeita para Osvaldo. Após fechar 2012 em alta, o atacante iniciou a temporada como destaque da equipe ao lado de Jadson e chegou a projetar até a marca de 20 gols com a camisa tricolor ao longo do ano. O bom rendimento em campo impressionou Felipão, que o levou para a Seleção Brasileira.

O atacante, porém, chega para o jogo diante do Bahia com apenas cinco gols e amargando uma seca de mais de quatro meses sem balançar as redes. Ainda, em razão de uma lesão no quadril sofrida no confronto com o Corinthians, pela semifinal do Paulistão, viu ruir a chance de seguir fazendo parte das convocações de Felipão e figurar na na Copa das Confederações.

Para se livrar da má fase e também ajudar o São Paulo a espantar a crise, Osvaldo pede o apoio dos torcedores na partida desta quarta-feira.

– A gente quer a torcida do nosso lado para nos dar força para reagirmos, já que é ela que nos empurra para a vitória principalmente quando jogamos em casa – disse o jogador, ao site oficial do clube.

Mais do que recuperar a confiança dos são-paulinos no futebol da equipe, o camisa 17 pode recomeçar o projeto dos 20 gols na temporada a partir de uma boa apresentação diante do clube baiano. Curiosamente a busca pela marca do vigésimo gol tem tudo para começar pelo mil.

Fabuloso atrás de marca isolada

Além da possibilidade de ser o autor do milésimo gol do São Paulo em Brasileiros no Morumbi, o companheiro de Osvaldo, Luis Fabiano, também busca o posto isolado de quinto no ranking de maiores artilheiros da história do Tricolor.

Contra o Grêmio, no Olímpico, pelo Nacional, Fabuloso chegou à marca de 173 redes balançadas pelo clube e igualou Luizinho. Agora, o camisa 9 já busca atingir o feito de França, quarto maior na lista dos grandes goleadores, com 182 gols. No topo, Serginho Chulapa lidera com certa folga: 242.

Luis Fabiano chegou a flertar com uma saída do São Paulo durante a pausa da Copa das Confederações. Porém, pouco antes da volta aos trabalhos em Cotia, o centroavante anunciou sua permanência. Fabuloso é o artilheiro do São Paulo na atual temporada, com 17 gols em 26 apresentações.

‘Pedido’ de gol a juiz não foi atendido

O São Paulo bateu o Penapolense por 1 a 0 nas quartas de final do Campeonato Paulista. E Osvaldo bem que queria que o gol fosse creditado a ele na súmula, já que foi o camisa 17 quem finalizou a gol antes do zagueiro Jaílton desviar de cabeça contra a própria meta.

– Eu briguei ali no fundo, ganhei e busquei um dos atacantes. Espero que o gol seja meu. Eu não venho marcando, então espero que ele (árbitro) tenha dado esse gol para mim – disse Osvaldo, após o jogo.

Mas seu pedido não foi atendido e o árbitro Wilson Luiz Seneme acabou assinalando gol contra para o defensor do time de Penápolis.