icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/04/2014
16:29

O Figueirense retornou à série A do Brasileirão com o pé esquerdo. No primeiro jogo, perdeu por 3 a 0 do Fluminense. Embora o jogo tenha sido no Maracanã, a postura do time em campo assustou torcedores e comissão. Tanto que o técnico Viniciús Eutrópio já ensaiou mudanças nos treinos desta semana. A formação em 4-3-3 que deu certo ano passado e no Campeonato Catarinense se mostrou ineficaz contra o Tricolor Carioca. Com o possível desfalque do artilheiro Ricardo Bueno, e a lentidão de Lúcio Maranhão, o técnico testou o esquema em 4-4-2.

O volante Paulo Roberto, que se recuperou recentemente de lesão e entrou no jogo contra o Flu, teria chance no time titular, compondo o meio-campo com Luan, Giovanni Augusto e Marcos Assunção, com Éverton Santos e Dudu no ataque. Embora tenha cautela para mudar o esquema, Eutróprio pode testar a nova formação já contra o Bahia, na próxima rodada.

— Temos que ter paciência. É um esquema que usamos durante oito meses e vem dando certo. Mas é meu dever como técnico criar opções caso a gente sinta essa diferença. Não é que seja cedo para mudar, mas não é uma decisão absoluta. Temos que ter plano B e variações — declarou ao Diário Catarinense.

O jogo com o Bahia ocorre no próximo domingo, às 18h30. O Figueira joga na Arena Barueri pois cumpre suspensão após confusão no jogo contra o Avaí.